2020 - como se planejar para um ano próspero nos negócios

4 months ago

Por: Renniê Paro

 

2019 chegando ao fim e é normal fazermos uma avaliação de como foi o nosso ano e, claro, criarmos planos para o próximo período que se aproxima. Se isso acontece em nossa vida pessoal, o mesmo vale também para o mundo dos negócios.

Se olharmos a evolução da economia brasileira no último semestre desse ano, podemos dizer que podemos ter boas perspectivas para 2020, já que esse tivemos um (ainda que discreto) crescimento. Por isso, vou dar algumas dicas de como se preparar e ter um 2020 realmente próspero nos negócios:

  • Avaliação dos dados: não há como negar, dados são essenciais para se manter um bom negócio girando, portanto use e abuse deles. E, mais importante que ter acesso a esses dados, é primordial saber analisá-los. Crie uma equipe de avaliação de como foi o 2019 em sua empresa e peça que façam uma apresentação realista sobre os dados levantados. Somente assim você poderá tomar decisões acertadas sobre o que fazer (e principalmente o que não fazer) no próximo ano;
  • Tecnologia: atualmente, ela vive em nós e nós não vivemos sem ela. Sim, a tecnologia chegou para ficar e as empresas que se negarem a ver essa realidade, estão fadadas ao fracasso. Portanto, pesquise quais são as novas plataformas e apps que podem auxiliar na gestão e expansão de seu negócio. Existem milhares e milhares de softwares que deixam o dia a dia cada vez mais prático e, voltando ao primeiro item dessa lista, geram dados e insights importantes para os gestores;
  • O cliente: por fim, entenda que o mundo mudou e tende a mudar ainda mais em termos de consumidor. Eles têm voz e desejam ser ouvidos. Portanto, coloque o cliente em primeiro lugar na sua lista de “mudanças 2020”. Ouça atentamente o que ele quer e procure entender como você pode proporcionar meios dele alcançar seus objetivos. Assim, muito mais que apenas um comprador, ele virará um defensor de sua marca;

E então, quais são os planos para um 2020 de sucesso?!

Gabriel Arcon é CEO da E-moving, startup de mobilidade urbana que atua com aluguel de bicicletas elétricas.

Comments?