A importância dos chatbots para a diversidade dentro das empresas

11 days ago

Atualmente vemos muitos assuntos que antes eram pouco falados sendo abertamente discutidos em diferentes esferas da sociedade. Dentro das empresas o tema DIVERSIDADE ganha cada vez mais os holofotes nas mesas de discussões entre gestores. Segundo a pesquisa HR Thinking, é o 3º maior tema a ser discutido pelos profissionais em 2019.

Isso é ótimo, pois mostra uma abertura das empresas em discutir um tema extremamente relevante. Além disso, começamos a fazer um trabalho para evitar o viés dentro da área de recrutamento, quando atuando no piloto automático, seguimos os mesmos padrões de recrutamento.

Para auxiliar na quebra destes vieses, e consequentemente trazer um ambiente mais diverso para as organizações, podemos (e devemos) fazer uso das novas tecnologias que temos à disposição e podem nos ajudar a selecionar estes candidatos.

Um exemplo disso é a utilização de chatbots e testes nas etapas online que selecionam os candidatos por meio de avaliação de pré-requisitos, fit cultural e competências. É caso, por exemplo, dos chatbots.

Vou dar um exemplo simples para ilustrar. Um gestor formado em determinada faculdade, busca selecionar trainees que tenham se formado no mesmo lugar. Ele gostou do curto, sabe que a universidade têm bons professores e por isso quer selecionar candidatos de lá. Ou seja, se tivermos três candidatos igualmente qualificados acabamos escolhendo por alguém que tenha um perfil e comportamento parecidos com os nosso. Mas nem sempre será o candidato mais bem qualificado ou com melhor perfil para sua posição.

Por meio da aplicação dos chatbots é possível remover este ponto, focando nas necessidades e capacidades dos candidatos ou, até em alguns momentos, ajudar a empresa a contratar garantindo a diversidade dentro do ambiente da empresa.

Para ajudar, podemos esclarecer também quais são os vieses que à tecnologia é capaz de ajudar a esclarecer:

Viés por afinidade: Gostamos de pessoas similares a gente.

Efeito de halo: porque gostamos de alguém, tendemos a crer que tudo que ele faz é bom

Viés de percepção: criamos estereótipos de grupos de pessoas e isso torna ser objetivo algo extremamente difícil

Viés de confirmação: Buscamos as informações que precisamos para reiterar nossas crenças e pensamentos pré-existentes.

Com o uso de tecnologia de recrutamento, como chatbots, é possível captar informações e qualificações dos participantes e oferecer um perfil às cegas ou currículo cego, quando informações que poderiam influenciar nas escolhas por conta do viés são ocultadas. Sendo assim os avaliadores podem se focar nas competências, conhecimentos e focamos no que é essencial para a preencher a vaga com o melhor profissional.

Por fim, acredito que a discussão sobre a aplicação de novas tecnologias no auxílio de processos seletivos que leve em consideração a diversidade, está apenas começando e todos temos muito a evoluir. Já estamos dando os primeiros passos, mas ainda há muito o que aprimorar e os chatbots estão aí para nos ajudar. Pense nisso!

*Juliana Maffia é Coordenadora de Marketing da Matchbox Brasil. HR Tech especializada em talent acquisition.

Renniê Paro

Published 11 days ago