A Agenda Edu foi uma das 19 empresas selecionadas para o exclusivo programa Scale-up Transforma, da Endeavor, organização internacional de apoio ao empreendedorismo. Com pouco mais de quatro anos de fundação, essa conquista é mais uma resposta ao trabalho que a startup vem executando em mais de mil escolas por todo o Brasil.

A Agenda Edu foi responsável por desenvolver a plataforma digital para comunicação escolar mais completa do mercado, com diversas funcionalidades que se adequam à realidade de ambientes educacionais de diversos portes e necessidades. Desde 2016 é parceira exclusiva para os sistemas de ensino do grupo Pearson (maior empresa de educação do mundo) e, em 2018, recebeu aporte do fundo de investimentos Domo Invest.

O programa apoia empreendedores com potencial de alto impacto e acelera o crescimento das empresas através de mentorias e conexões diretas entre empreendedores em estágios semelhantes, com ambição de se tornarem grandes exemplos no Brasil e no mundo. Em 2017 mais de 200 empresas passaram pelo programa, com crescimento médio de 55% e geração de mais de 4.000 novos empregos.

Sobre a Agenda Edu
A Agenda Edu é uma solução de comunicação escolar que integra responsáveis, alunos e escolas. Muito mais que uma agenda digital, a ferramenta aproxima escolas e famílias, ajudando a organizar a rotina escolar dos alunos, por meio da tecnologia, e oferecendo aos responsáveis a possibilidade de estarem cada vez mais próximos da escola, participando e interagindo ativamente de onde estiverem.

O propósito da empresa é estar lado a lado na jornada educacional, construindo uma rede inteligente para troca de ideias e experiˆncias. Dentre as funcionalidades presentes na plataforma estão: atividades, mural de fotos, eventos, cardápio, saúde, plano de aula e mensagens. Nos últimos meses foram feitos 2 grandes lançamentos: Edu Go!, solução para organização e controle de entrada e saída de alunos, e Pagamentos, funcionalidade que permite os responsáveis realizarem pagamentos direto no aplicativo, de uma maneira simples e segura, além de tornar o gerenciamento muita fácil para as escolas.

Hoje são cerca de 550 mil usuários utilizando a Agenda Edu em mais de mil escolas por todo o Brasil, incluindo todos os atores do ambiente escolar: gestores, diretores, coordenadores, professores, responsáveis e alunos.

Confira abaixo a matéria divulgada pelo Valor.com (24/09/2018 – por Luiz Maciel)

Programa ‘acelera’ 19 empresas promissoras do país
Um cursinho online que prepara vestibulandos a custo baixo, uma central médica que fornece diagnósticos com a ajuda da inteligência artificial (IA) e um fabricante de embalagens biodegradáveis, à base de fécula de mandioca. Essas são algumas das empresas de impacto social que serão aceleradas por mentores de larga experiência corporativa em um novo programa da Endeavor, organização internacional de apoio ao empreendedorismo.

As empresas, 19 ao todo, atuam nas áreas da educação, saúde e meio ambiente e foram selecionadas entre 535 inscritas. A partir de outubro, serão avaliadas por executivos colaboradores da Endeavor e receberão mentoria ao longo de sete meses para se credenciar a um novo salto de crescimento. A rede da Endevor inclui nomes de peso, como Jorge Paulo Lehman e Fabio Barbosa, entre outros.

Todas as empresas selecionadas existem já há alguns anos e apresentam nível de expansão acima de 20% ao ano. “O diferencial do programa é ser voltado para companhias ainda pequenas, com faturamento anual entre R$ 3 milhões e R$ 5 milhões, mas com claro impacto social, além de grande potencial para crescer”, afirma Luís Felipe Franco, diretor de aceleração da Endeavor Brasil. O programa, chamado Scale-Up Transforma, é apoiado pela Omidyar Network, empresa de investimento filantrópico criada por Pierre Omidyar, fundador do eBay, e pela indústria de computadores Dell.

Das empresas vencedoras, sete são do segmento educacional, sete do ramo de saúde e cinco da área ambiental. O cursinho online Kuadro promete mensalidades por um décimo do valor de um preparatório convencional. As demais empresas da área educacional são Tamboro (dedicado ao desenvolvimento de habilidades socioemocionais), Gama Academy (ensino por imersão), Kanttum (desenvolvimento profissional de professores), HandTalk (aplicativo para tradução digital em linguagem de sinais), Agenda Edu (plataforma digital para a comunicação entre alunos e escolas) e Nave a Vela (que propõe um currículo escolar de cultura de inovação).

No segmento de saúde foram selecionadas a Portal Telemedicina (diagnósticos médicos com ajuda de IA), Editora Sanar (livros e cursos online), a Gogood (orientação a profissionais para hábitos saudáveis), Tá-Na-Hora (uso de chatbots com inteligência artificial para monitorar grupos em situações de risco), Zenklub (plataforma para consultas online com psicólogos), Carenet Longevity (pioneira em wereables no Brasil e líder no monitoramento remoto de dados de saúde) e HP Gealth (aplicativo para programa de monitoramento de saúde do governo federal).

Na área de meio ambiente, participarão a Courrieros (entregas urbanas em bicicletas), CBPack (produção de copos e embalagens descartáveis a base de fécula de mandioca), Eureciclo (criadora de selo de reciclagem responsável para empresas), Home Agent (serviço de atendimento ao cliente feito por profissionais que trabalham em casa) e a Begreen (estufas hidropônicas para produzir hortaliças com 80% de economia de espaço).

Fundada em 2000, a seção brasileira da Endeavor é a terceira mais antiga da organização, que hoje está presente em 32 países. O Scale-Up Transforma é um programa pioneiro, formatado para a realidade brasileira, com um olhar para o empreendedorismo que nasce com capital menor, mas tem impacto social direto. É um desdobramento do programa Scale-Up, criado em 2015 também pela Endeavor Brasil, que contempla empresas com faturamento anual em torno de R$ 10 milhões, não necessariamente voltadas para atender áreas socialmente carentes.

A principal atuação da Endeavor no mundo é o programa de apoio a empreendedores de maior porte, que se destaquem pelo alto crescimento – acima de 20% ao longo de pelo menos três anos seguidos. “No Brasil já apoiamos cerca de 200 empresas que se enquadram nessa categoria, outras 800 no programa Scale-Up e abrimos agora essa terceira frente, com foco no impacto social, que tem tudo para crescer nos próximos anos”, afirma Luís Felipe Franco.