As possibilidades do novo mercado financeiro no Brasil

6 months ago

Christian Dunce, sócio da Lighthouse

Não é exagero dizer que o Brasil passa por uma mudança de paradigmas em seu mercado financeiro.  E um dos grandes agentes para essa mudança de estrutura são as fintechs. Com mais de 400 empresas em território nacional, o destaque fica pelas possibilidades de atuação dessas empresas. Oferecendo soluções específicas para o mercado, que vão desde crédito e empréstimos pessoais com taxas abaixo das executadas pelos bancos, ao crowdfunding e bitcoin, notamos que há um mercado emergente e novos modelos de negócio se solidificando por aqui.

Uma das grandes vantagens é forma como a gestão de recursos nessas empresas ocorre. Por possuírem boa parte de suas operações baseadas na automação de processos, as fintechs são capazes de atender a um grande número de clientes utilizando uma estrutura operacional bem mais enxuta. Por conta disso, conseguem oferecer serviços com custos bem mais baixos do que os prestados pelas instituições financeiras tradicionais.

Outro grande diferencial dessas novas empresas é a pouca burocracia. Em comparação aos bancos e demais agentes do mercado, as novas empresas oferecem diversas possibilidades até então impensadas pelo modelo atual de negócios. A ideia fundamental e mais atrativa para o público consumidor é simples, oferecer os serviços necessários, de maneiras mais práticas e descomplicadas.

Além de atender demandas estruturais que as instituições tradicionais não abarcam, as fintechs também valorizam questões específicas em suas soluções. Focando sua produção em entender a complexidade do mercado, as novas empresas conseguem enxergar demandas de maneira ágil e supri-las com eficiência.

Uma das demandas mais urgentes é a visualização do Controle de Investimentos. Nesse cenário, empresas de destaque conseguem otimizar o tempo de trabalho, auxiliando áreas de grande impacto no mercado financeiro. Devido á atuação das fintechs, o controle da carteira de ativos aparece cada dia mais simplificado, sendo possível, atualmente, organizar a vida financeira de maneira mais interativa, cobrindo todas as possibilidades do mercado com o auxílio das novas tecnologias em especial a Inteligência Artificial.

Alem da necessidade de visualizar maneira cômoda os investimentos em carteira, um setor de destaque nesse novo cenário é o de pagamentos. Alguns serviços dinamizam diversas operações financeiras do comércio. Hoje diversos produtos dinamizam o processo, suprindo diversas demandas do setor. Atualmente, as fintechs conseguem oferecer diversas soluções específicas, desde máquinas de cartão sem pagamento de aluguel, até cartões de créditos sem anuidade.  Assim, as ideias disruptivas tiram o peso da burocracia dos antigos modelos, sem perder a segurança já estabelecida. Desse modo, as novas empresas conseguem combinar aquilo que há de mais moderno, com o mais prático para o seu público consumidor.

As fintechs, além de fortalecer o setor de pagamentos, também estão alinhadas com outra tendência global, a viabilidade do uso das bitcoins. Ainda rara em uso no Brasil como moeda corrente para transações, as criptomoedas encontram diversos setores passíveis de crescimento. Especialmente entre os próprios investidores, as fintechs no Brasil trabalham para facilitar as transações do mercado e aumentar a receptividade do público com as bitcoins. Soluções das fintechs viabilizam plataformas de comércio das criptomoedas, provendo segurança e comodidade nas transações.

Outro setor explorado pelas novas empresas financeiras é o próprio setor de investimentos. Com a ideia de auxiliar pessoas na aplicação do capital de forma segura, fácil e com boa rentabilidade, o objetivo das fintechs de investimentos é a diferenciação tanto dos bancos convencionais, que possuem uma cartela limitada de investimentos, quanto dos bancos digitais, que conseguem simplificar a linguagem do mercado financeiro, mas ainda têm uma carteira de aplicações financeiras bem limitada. Portanto, as fintechs apresentam tanto a confiabilidade de práticas quanto a facilidade do mundo digital.

As novas empresas do setor financeiro despontam atualmente como um investimento seguro e dinâmico. Aliadas com as novas tendências do mercado global e suas tecnologias, essas empresas já demonstram solidez para o aporte financeiro. O investimento em fintechs é, sem dúvida, um dos grandes ativos do mercado brasileiro.

Carol Tiago

Published 6 months ago