A BeeTech, fintech brasileira desenvolvedora de soluções financeiras cross border, comemora mais um importante momento em sua trajetória: é a primeira startup brasileira a utilizar a tecnologia blockchain para fazer remessas internacionais. Por meio de uma parceria com a Ripple, empresa americana desenvolvedora de soluções para pagamentos internacionais, a BeeTech levará inovação e segurança para todo país.

A partir de agora, os clientes da BeeTech podem realizar remessas internacionais, de forma 100% online, por meio do blockchain entre o Brasil e países europeus como Espanha, Itália, Alemanha, França e Portugal. A parceria possibilita que a velocidade e custos destas operações sejam drasticamente reduzidos de dois dias para menos de 24 horas sem cobrança de taxa SWIFT (Society for Worldwide Interbank Financial Telecommunication), independentemente do valor da transferência, tudo completamente digitalizado. Com a novidade, a startup passa a fazer parte do network RippleNet.

“O momento que estamos hoje é reflexo da nossa caminhada, na qual sempre priorizamos as necessidades de nossos clientes. A parceria com a Ripple demonstra que seguimos no caminho certo e alinhados com o que o mercado internacional procura. É uma honra fazer parte da RippleNet”, afirma Fernando Pavani, CEO da BeeTech.

Além disso, a empresa lançará dois novos produtos. Focado em pessoas jurídicas (PJ’s), o Remessa Online for Business permite recebimentos e pagamentos de serviços e mercadorias. Por outro lado, o BeeConnect é uma plataforma criada para melhorar a rentabilidade de blogs e canais em plataformas de vídeo que falam sobre viagens ou finanças, na qual os criadores filiados podem ganhar comissões pelas transações realizadas.

“Estamos ainda mais próximos de alcançar a nossa missão de criar um mundo sem fronteiras financeiras. A eliminação da SWIFT e criação destes novos produtos nos aproxima disso. Foi um tempo intenso de estudo e planejamento para que chegássemos nestes resultados e esperamos desbravar um universo de serviços financeiros cada vez mais digital e globalizado”, explica Pavani.
Fundada em 2014 por Fernando Pavani e Stefano Milo, a fintech tem o objetivo de oferecer soluções digitais para o mercado de câmbio e pagamentos cross border de forma democrática, simples e segura sem os processos antiquados ou frustrantes encontrados nas agências bancárias. É uma startup destinada a oferecer soluções digitais para pagamentos cross border. A BeeTech possui em seu portfólio as soluções Remessa Online, para transferências financeiras que seguem as normas do Banco Central do Brasil e a BeeCâmbio, solução de câmbio totalmente digitalizada.