Startup cria biorepelente que protege grupos de risco do Aedes Aegypti

by Maria Emília Farto | 2 min read

A Aya Tech, startup focada em  bem estar, está lançando o Fly, primeiro biorepelente para a pele do mundo destinado à prevenção de doenças como dengue, zika, chikungunya e febre amarela, provocadas por picadas do mosquito Aedes Aegypti. O repelente oferece proteção de até 9 horas a cada aplicação contra o Aedes Aegypti. Contra outros insetos como pernilongos, borrachudos sua duração é de 8 horas.

Resultado de dois anos de pesquisa e investimentos próprios de Fernanda Checchinato, cientista brasileira e CEO da Aya Tech, fabricante do produto, o Fly também se destaca pela exclusiva formulação atóxica que permite seu uso por qualquer pessoa, incluindo grupos de risco como gestantes, transplantados, idosos, bebês e pacientes em tratamento de quimioterápico.

A utilização do Fly por grupos de risco é possível porque o produto é formulado com o IR 3535, uma molécula do Laboratório Merck, considerada pela Organizacao Mundial de Saúde-OMS, a mais segura do mundo.

"Até então, esse componente era comercializado no Brasil apenas para bebês e com proteção de 1 a 2 horas. Consegui desenvolver uma formulação que aumenta sua duração para 8 ou 9 horas, dependendo do inseto, e que pode ser usada por crianças, idosos e adultos", explica Fernanda, que também é criadora de outras inovações como o Protec, um repelente de insetos, desenvolvido com nanotecnologia, para ser aplicado em tecidos.

Sobre Fernanda Checchinato
Brasileira, nascida em Jundiaí (SP) 43 anos, Doutora e Mestre em Ciência e Engenharia de Materiais, Mestre em materiais particulados e cerâmica do pó, e doutora em polímeros, é formada pela Universidade Federal de Santa Catarina em Engenharia Química, com doutorado sanduíche no Laboratório CNRS da Universidade de Lyon, França, de onde já saíram três ganhadores do Prêmio Nobel. Fernanda também desenvolveu pesquisas científicas na Japan International Cooperation Agency, onde fez um curso de especialização de materiais inorgânicos e metálicos. Autora de 6 patentes de inovação tecnológica, ingressou na carreira acadêmica com aulas no Senai CTC Criciúma, na UFSC. Posteriormente iniciou pesquisas em indústrias na Duas Rodas industrial, na Engereus do Brasil uma metalúrgica, onde trabalhou na pesquisa e desenvolvimento de eletrodomésticos de uso pessoal como chapinha e secadores de cabelo. Fundou a Aya Tech em 2010, onde permanece como CEO Founder e criando produtos inovadores para saúde e bem estar.

Sobre a Aya Tech
A Aya Tech é uma empresa 100% brasileira focada no conforto, qualidade e bem estar da sociedade, não medindo esforços para o desenvolvimento sustentável de produtos que não agridam o meio ambiente. Ela se destaca no emprego de nanotecnologia na manufatura de seus produtos. Parceira de seus clientes, a empresa investe forte e de forma contínua em pesquisa e desenvolvimento de tecnologias inovadoras que atendam a necessidade de cada segmento em que atua. Sua área de Pesquisa e Desenvolvimento é reconhecida por sua liderança técnica e comportamental, por seu espírito empreendedor e por sua diversidade de experimentos com materiais avançados, tratamento de superfícies, química orgânica e inorgânica, fluídos e tecnologia de processos. A empresa conta com programas de qualidade em suas operações e exige dos parceiros industriais certificações e profissionalização da cadeia produtiva, além de procedimentos internos de controle e amostragem, rastreabilidade de lotes para controle das especificações normativas.  www.ayatech.com.br

Share twitter/ facebook/ copy link