You've successfully subscribed to Polinize
Great! Next, complete checkout for full access to Polinize
Welcome back! You've successfully signed in
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.
Brasil pode sofrer com a falta do anticoagulante Heparina

Brasil pode sofrer com a falta do anticoagulante Heparina

A substância injetável tem sido usada como medicamento antitrombótico injetável desde 1930, além de ser útil em muitas indicações, incluindo: diálise renal, ataque cardíaco e, mais recentemente, como agente anticoagulante em pacientes com COVID-19

Um sinal de alerta vem chamando a atenção da comunidade médica do país: o possível desabastecimento da Heparina no Brasil. A substância, que é obtida de fontes animais (mucosa intestinal suína e bovina), tem sido usada com sucesso como medicamento antitrombótico injetável desde 1930, perdendo apenas para a Insulina como agente terapêutico natural. É usar em muitas indicações, incluindo: diálise renal, cirurgia cardíaca invasiva, ataqueaco, arritmia cardíaca, síndrome coronariana aguda, embolia pulmonar, acidente vascular cerebral, trombose venosa profunda e prevenção de coágulos sanguíneos.

Recentemente, a Heparina também foi usada como agente anticoagulante para tratar pacientes contaminados com o vírus COVID-19, devido à formação de micro coágulos nos vasos sanguíneos, os quais obstruídos impedem a oxigenação do sangue.

Segundo os fabricantes, a falta da medicação está acontecendo porque a demanda global pela substância aumentou durante a pandemia. Além disso, está havendo escassez da matéria-prima (mucosa intestinal) e aumento de valor excessivo, acompanhando o preço internacional da Heparina. O incremento do valor também afetou a produção do medicamento, por conta da desvalorização do Real.

De acordo com a Associação Brasileira de Centros de Diálise e Transplante (ABCDT) , uma Heparina apresentou variação de preço atípica: o frasco de 5 ml teria passado de R $ 7 para R $ 23, com reajuste de mais de 200%. O quadro é agravado quando se usa como parâmetro da variação do dólar.

Essa situação poderia ser evitada caso o Brasil tinha em mãos uma cadeia completa para uma produção da Heparina. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Insumos Farmacêuticos ( Abiquifi ) , atualmente há, no país, quatro empresas produtoras de Heparina Crua e duas empresas produtoras do Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) de origem bovina e somente uma empresa produtora do IFA de origem suína. Atualmente, os medicamentos disponíveis no Brasil utilizam o IFA, Heparina Sódica, proveniente da China.

“O Brasil tem potencial para se tornar um dos maiores produtores mundial na cadeia da cadeia completa de Heparina (IFA e medicamento), uma vez que o país está entre os maiores produtores mundiais de proteína, o que nos oferece matéria-prima em rendimento e tecnologia adequada para processá-la e atender todo o mercado nacional, além de boa parte do internacional. Mas, para que isto aconteça, é essencial que as empresas instaladas no Brasil tenham isonomia tributária em relação aos produtos importados ” , declara Norberto Prestes, presidente executivo da Abiquifi - Associação Brasileira de Insumos Farmacêuticos .

No caso específico da Heparina, a empresa produtora no Brasil recolhe o PIS / COFINS (PIS: 2,1%, COFINS: 9,9%, ICMS: 12% a 18%, Contribuição Social: 1,08%) sobre o faturamento , sem créditos por parte de suas matérias-primas, que são de origem animal. “É imprescindível a reavaliação deste tipo de cobrança em busca da isonomia tributária. Cabe ressaltar que, devido à pandemia, foi publicad a redução temporária para zero por cento da alíquota de imposto de importação, agravando ainda mais essa situação, visto que a indústria nacional não foi contemplada com redução de alíquota de impostos ” , explica Prestes .

O executivo completa. “É extremamente importante que a Anvisa reavalie o atual controle de preços impostos para o produto Heparina pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), fator que tem o limite de registro e comercialização deste importante medicamento no Brasil. Se não houver ações por parte do Governo, jamais o Brasil se tornará um jogador importante mundial na produção da cadeia completa de Heparina (IFA e medicamento) ” .

Em busca de soluções, a Abiquifi recorreu à Frente Parlamentar Agropecuária e conta com o apoio dos deputados federais Evair Vieira de Melo e Alceu Moreira .

Sobre a Abiquifi

A Abiquifi - Associação Brasileira da Indústria de Insumos Farmacêuticos foi fundada em 1983. A associação congrega empresas dos setores farmoquímico e de insumos farmacêuticos, produtoras de matérias-primas para medicamentos e seu objetivo maior é o estímulo à de farmoquímicos e insumosicos no país, atendendo o atendimento da indústria farmacêutica brasileira e participando do esforço exportador nacional. Para mais informações, ACESSE : www.abiquifi.org.br .