You've successfully subscribed to Polinize
Great! Next, complete checkout for full access to Polinize
Welcome back! You've successfully signed in
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.
Carnaval: reconhecimento facial é aliado das mulheres em aplicativo de mobilidade urbana

Carnaval: reconhecimento facial é aliado das mulheres em aplicativo de mobilidade urbana

Nunca se discutiu tanto questões relacionadas ao assédio e a segurança da mulher, de forma geral, como na edição 2019 do Carnaval. A liberdade individual feminina está em voga e iniciativas que visam garantir o bem-estar e o poder de escolha da mulher têm ganhado cada vez mais atenção. A Venuxx, plataforma exclusiva para o público feminino que usa a mobilidade urbana como ponto de partida para dar voz às mulheres, disponibiliza um novo recurso para reforçar a segurança de suas motoristas e passageiras: o reconhecimento facial.

A função consiste em atrelar o rosto das condutoras e passageiras, por meio de uma foto, ao CPF, confirmando, dessa forma, a identidade da mulher. Assim que o cadastro é aprovado, a tecnologia da Venuxx passa a monitorar em tempo real o rosto que está na frente do celular. A função previne que as motoristas e clientes sejam vítimas de fraudes, roubos e furtos.

“A tecnologia de reconhecimento facial da Venuxx não trata apenas a questão de gênero e, sim, confirma a identidade da pessoa. Ou seja, não basta identificarmos como uma mulher, se não garantirmos que vai ser ela mesma que utilizará no dia a dia”, explica Gabrielle Jaquier, COO da Venuxx, que é pioneira no mercado em oferecer esse tipo de tecnologia.

E complementa: “Utilizamos o que há de mais moderno em termos de tecnologia de reconhecimento facial para deixar motoristas e passageiras mais confortáveis na hora da corrida. Queremos estimular a sororidade, que é a capacidade das mulheres em ter empatia entre elas”.

Hoje, segundo uma estimativa da Venuxx, 60% dos solicitantes dos apps de transporte são mulheres, o que evidencia a necessidade de serviços neste segmento para atender de forma personalizada esse público. “As viagens realizadas por mulheres extrapolam o eixo ‘moradia-trabalho’, tendo uma jornada que compõem muitas idas e vindas ao longo do dia como, por exemplo, mercados, escola, lojas farmácia e outros inúmeros destinos que configuram em um tipo específico de deslocamento, diferente dos homens. Foi com essa proposta que a Venuxx nasceu, um olhar próximo a jornada e necessidades da mulher”, comenta Gabrielle.

O aplicativo já opera em Porto Alegre, Belo Horizonte e mais recentemente em São Paulo, com mais de 40 mil usuárias cadastradas. A operação da Venuxx na capital paulista, que conta com um dos maiores Carnavais de rua do país, está sendo ampliada gradativamente e surge como uma opção segura para as mulheres durante o período. Para conseguir atender a demanda feminina, a plataforma tem aprovado o cadastro de cerca de 700 motoristas por mês.

Os assédios contra mulheres nos sistemas de transporte também acontecem em ônibus, trens e lotações. No caso de táxis ou apps, o agravante é que, como elas estão sozinhas no carro, se sentem ainda mais vulneráveis. “A Venuxx não tem força para acabar com o assédio sozinha. Isso é impossível e foge do nosso controle. No entanto, queremos diminuir ao máximo esse tipo de problema dando à mulher o direito de escolha e garantindo o seu direito de ir e vir”, comenta a executiva.

Mais que um app de mobilidade

Ainda que a mobilidade seja o foco principal hoje, a proposta da Venuxx é ser um ecossistema único que conecte serviços, produtos e outras necessidades das mulheres. A empresa busca gerar 3 grandes impactos: econômico, social e ambiental.

“Queremos oferecer serviços que agreguem valor na jornada da mulher e auxiliem em seu dia a dia”, finaliza Gabrielle.

Top stories in your inbox!