You've successfully subscribed to Polinize
Great! Next, complete checkout for full access to Polinize
Welcome back! You've successfully signed in
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.

CEO da Authen Christopher Spikes dá dicas para empresas que precisam gerir equipes em home office

Marca absorve custo de transporte privado para colaboradores que precisam trabalhar presencialmente

Em meio à crise provocada pelo Covid-19, muitas empresas estão tomando todos os cuidados possíveis para evitar que mais pessoas sejam contaminadas. A Authen, primeira empresa brasileira a produzir uma linha de roupas de performance acessível para corredoras brasileiras, possui uma política de home office desde sua origem e, agora, aumenta essa flexibilidade de acordo com o papel de cada funcionário.

De 2018 para 2019, o canal de e-commerce da marca cresceu em torno de 300% com parte da equipe trabalhando de forma remota em alguns dias da semana. Vendo o cenário atual e empresas precisando recorrer ao home office, Christopher Spikes, fundador e CEO da Authen, dá dicas para empreendedores a respeito dos três pontos essenciais para o sucesso de uma empresa cuja equipe está em home office:

1) Definir os objetivos mensuráveis diariamente e semanalmente

2) Eliminar hierarquia e formalidade: é preciso agir como se estivesse na mesma sala (não esperando encontros presenciais para resolver pontos importantes e utilizando os meios de comunicação para "quebrar paredes")

3) Não contar 100% com a auto-disciplina do time: desenhar a necessidade de follow necessário de acordo com o nível de senioridade da pessoa que está trabalhando remotamente. Desta forma, é possível mapear os diferentes  níveis de esforço e checkpoints individualmente. Assim, os gestores mantêm o contato com seus funcionários para estabelecer prioridades, mas, de acordo com o nível de senioridade do colaborador, cresce a expectativa de independência para entregar tarefas de forma compatível com as necessidades da empresa.

Outro diferencial da Authen é oferecer “autonomia real” para todos os integrantes da equipe. A marca acredita no desenvolvimento pessoal de seus colaboradores, fazendo com que eles cresçam por meio de seus erros e acertos, sempre buscando a melhor versão de si mesmos. A autonomia dada pela empresa faz com que seus funcionários sintam autorresponsabilidade. “Sem autonomia, a equipe não consegue crescer, não se desenvolve. Investir em seus funcionários, pedir e dar feedback são ações que parecem básicas, mas podem atrair os melhores talentos em um cenário onde isso não é praticado com frequência”, comenta Christopher.  

A equipe da Authen, que conta com 35 colaboradores, está distribuída entre alguns times, como o de vendas, em que certos funcionários precisam trabalhar de forma presencial. Pensando neles e na sociedade, a Authen adotou uma política para eliminar o uso do transporte público, absorvendo os custos de meios particulares de locomoção. Já outros times, como o de vendas online, trabalharão de forma totalmente remota.

Top stories in your inbox!