You've successfully subscribed to Polinize
Great! Next, complete checkout for full access to Polinize
Welcome back! You've successfully signed in
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.
ChatClass revoluciona ensino de inglês nas escolas brasileiras

ChatClass revoluciona ensino de inglês nas escolas brasileiras



Por mais que seja disciplina obrigatória na grade curricular nacional, a proficiência do idioma inglês ainda não está totalmente difundida no Brasil. De acordo com a organização internacional British Council, somente 5% da população brasileira é realmente fluente no idioma.

Não apenas no Brasil, mas em outros países, o não aprendizado do inglês acarreta na perda de oportunidades e redução de horizontes para a nação como um todo. Foi com motivação de incentivar o estudo do idioma, reverter esse cenário e ampliar os horizontes de alunos, escolas e famílias que o alemão Jan Krutzinna, duas vezes formado em Harvard, criou a edtech  EduSim.

A startup desenvolveu o ChatClass, Inteligência Artificial (IA) que, de forma dinâmica e intuitiva, interage por meio de áudios e interações com alunos do Ensino Fundamental 2 e Médio para que estes consigam praticar o idioma. Com ele, estudantes podem fazer atividades de texto, áudio e receber feedbacks em tempo real. Além disso, os  professores conseguem ter dados da performance e esforço de suas turmas de forma simples e efetiva.

“Criamos uma solução de inglês com alta qualidade e baixo custo, democratizando assim o aprendizado do idioma no país. Isso se dá por meio do uso de uma tecnologia extremamente intuitiva: um chatbot que funciona no WhatsApp. Dessa forma, alunos aprendem de forma divertida, professores acompanham suas turmas facilmente e  tutores estrangeiros falam em tempo real com os estudantes”, afirma o fundador e CEO.

O ChatClass é um produto com preço acessível para as escolas brasileiras, aumenta o tempo de fala do idioma inglês dos alunos e oferece informações precisas aos professores, que podem se nortear melhor em aula.

“Nós focamos na comunicação ativa e autêntica para motivar o aluno a se comunicar e ganhar fluência de forma divertida, simples e efetiva. Não acreditamos em modelos puramente digitais, desconectados da sala de aula e dos seus professores. Queremos empoderar o profissional atual e complementar os livros e grades curriculares já existentes, com um assistente digital”, explica Krutzinna.

Acesso

Segundo a pesquisa TIC-Kids Online Brasil, do Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação (Cetic), lançada em 2018, 71% dos usuários da internet entre 9 e 17 anos acessam a rede mais de uma vez por dia. Pensando no futuro, mas totalmente imersa nas escolas do presente, a edtech está alinhada com as tendências de inovação. É quem fornece a tecnologia para a Olimpíada de Inglês, concurso cultural realizado via WhatsApp com alunos e professores de todo o Brasil.

O ChatClass utiliza sua Inteligência Artificial em prol de um ensino bilíngue, imersivo e viável para jovens de perfis sociais diversos, no qual alunos podem praticar e falar. Além da interação online, também oferece o programa Intercâmbio em Sala de Aula, que permite aos alunos conversarem com tutores internacionais na segurança da escola.

A startup foi selecionada para Residência do Google Campus em São Paulo, na 4ª turma voltada à soluções de Inteligência Artificial e assistentes digitais. Atualmente, soma cerca de R$ 3 milhões de reais recebidos dos fundos Canary, Graph Ventures e Social Capital, além de ter passado por programas de aceleração como SEED-MG e Estação Hack do Facebook – primeiro centro para inovação criado pela rede social americana no mundo para impulsionar startups de impacto social.