You've successfully subscribed to Polinize
Great! Next, complete checkout for full access to Polinize
Welcome back! You've successfully signed in
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.
Como empreender com propósito em 2020

Como empreender com propósito em 2020

Como fazer dinheiro e também ajudar o próximo? Esta é pergunta milionária que ronda a cabeça de empreendedores que buscam um propósito para suas jornadas

Uma vez que apenas o dinheiro – apesar de ser útil e trazer satisfação – pode não preencher todas as necessidades de uma pessoa, cada vez mais empreendedores buscam encaixar as peças do potencial de execução, do modelo de negócios e do benefício ao próximo para montarem o quebra-cabeça de suas vidas.

Exemplo disso é o documentário “Inside Bill’s Brain”, na Netflix, que mostra a busca do fundador da Microsoft para encontrar soluções de impacto para a humanidade.

De acordo com o dicionário Michaelis, propósito é a “intenção de fazer ou deixar de fazer alguma coisa”. Também pode ser um plano, desígnio divino ou vontade.

Segundo Richard Leider, autor de best-sellers como ‘O Poder do Propósito’, o propósito tem a ver com o bem comum.

Ou recorrendo aos textos sagrados, como quando Krishna aconselha o guerreiro Arjuna no Bhagavad Gita:

“Conforme os ignorantes agem sempre com os frutos do seu trabalho em mente, os sábios devem seguir na outra direção, e agir sem apego aos resultados, visando o bem estar geral de todos”.

Ou seja: o grande plano da vida de uma pessoa sempre será benéfico para o próximo.

Dinheiro x Felicidade x Propósito

Mas como fazer para as engrenagens do dinheiro, da felicidade e do propósito rodarem juntas? Responder esta pergunta é o objetivo da The Happy Startup School.

Segundo eles, existem três tipos de empreendedores:

  • O ganancioso: aquele que está no negócio apenas por dinheiro;
  • O candidato ao propósito: faz dinheiro e está feliz, mas ainda não encontrou um propósito;
  • O mártir: faz dinheiro e encontrou propósito, porém o retorno não está trazendo felicidade devido ao esgotamento;
  • O idealista: aqueles que encontraram propósito e estão felizes, mas não fazem dinheiro

E segundo a THSS, o segredo para esta equação passa pelo autoconhecimento. Esta é a ferramenta capaz de resolver os conflitos entre fazer dinheiro, ajudar o próximo e ser feliz.

Para a THSS, felicidade e sucesso não vem por sorte. Ele vem de um entendimento muito difícil de quem você é e o que é importante para você.

Porque no fundo você já se conhece e manifesta um desejo de criar ou mudar alguma coisa. Suas táticas que podem mudar dependendo da falta de dinheiro, de significado ou de bem-estar.

Para resumir nas palavras de Gandhi. “Felicidade é quando o que você pensa, o que diz e o que faz está em harmonia.”

Feliz 2020!