You've successfully subscribed to Polinize
Great! Next, complete checkout for full access to Polinize
Welcome back! You've successfully signed in
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.
Como o setor automotivo deve se reinventar para o ‘novo normal’?

Como o setor automotivo deve se reinventar para o ‘novo normal’?

Desde dezembro de 2019 surgiu no mundo o primeiro caso do novo coronavírus, na China, e rapidamente se espalhou por todo o mundo e passou a ser conhecido como COVID 19. Passamos a ficar isolados em casa, vendo da TV e sites de notícias milhares de vidas sendo perdidas em todo o planeta e outras milhares sendo infectadas.

No Brasil, passamos a sentir os impactos em março de 2020 e há reflexos até agora, mesmo com alguns estados abrindo novas frentes de flexibilizações. Com a obrigatoriedade de ficarmos em casa, muitas empresas fecharam suas portas e milhares de pessoas perderam seus empregos.

Um dos setores mais impactados foi o automotivo. Segundo um estudo da Bain & Company, o mercado mundial de autopeças deve registrar uma queda de 15% nas vendas de 2020. Entre 2021 e 2025 o segmento deverá sofrer uma variação negativa entre 4% e 8% na comparação com as projeções anteriores.

Para não quebrar de vez, muitos empresários passaram a atuar por meio de soluções digitais, com atendimento online e entregas remotas. Aqui na Olho no Carro temos discutido muito sobre quais serão os rumos do ‘novo normal’ em nosso setor.

Vou listar aqui algumas ideias de futuro:

  • Modelos online de test-drive: com a aplicação da tecnologia e criação de inovações diversas, será possível fazer verdadeiros tours dentro dos carros, como se tivesse fazendo o test-drive pessoalmente;
  • Digitalização de documentos: os dias para documentos físicos está contado. No novo mundo que vivemos não há mais sentido para o uso do papel, que gera custos excessivos. Acredito que tanto a documentação do carros quanto dos motoristas deverá ser por meio de QR Codes;
  • Baixa de preços: diante das quedas acentuadas, acredito que muitas montadoras deverão criar promoções e oferecer preços mais baixos, justamente para superar o desafio presente e convencer o cliente a investir em um novo carro;
  • Eficiência energética: esse tema está em voga há alguns anos e daqui em diante será ainda mais presente no setor automotivo. As grandes empresas devem criar ainda mais mecanismos para gerar produtos e soluções que sejam eficientes e ao mesmo tempo não agridam o meio ambiente.

E para você, quais serão os passos nesse novo normal?

Yago Almeida é Diretor Comercial da Olho no Carro, uma startup que oferece segurança para transações de compra de veículos

Top stories in your inbox!