You've successfully subscribed to Polinize
Great! Next, complete checkout for full access to Polinize
Welcome back! You've successfully signed in
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.

Como organizar seus gastos para o final do ano?

Dicas de ouro para manter a organização e controle de suas finanças!

Foi um ano diferente, difícil, com muitas mudanças e adaptações. Mas apesar de tudo, com certeza é possível aproveitar de um excelente fim de ano.

Os gastos aumentam no final do ano, assim como no começo, mas agora temos a Black Friday, Natal, presentes, 13º Salário, amigo secreto, férias e confraternizações de final de ano, por isso, é importante se organizar para que gastos não ultrapassem o limite planejado e você não entre em dívidas.

Se as contas não estiverem fechando é hora de economizar e rever quais despesas você pode abrir mão. Obviamente que você não precisa sair cortando tudo de que gosta e nem perder seu padrão de qualidade de vida, mantendo um equilíbrio. E para isso a contadora e educadora financeira, Gisele Machioski apresenta 10 dicas para ter um final de ano mais organizado financeiramente e começar um 2021 com mais tranquilidade:

Presentes

Faça uma lista de presentes

A contadora exemplifica essa dica citando a frase “Papai Noel é quem tem que comprar presentes para todo mundo, você não”. Então através desse olhar é interessante que você comece fazendo uma lista de pessoas a presentear, começando com as pessoas da família. Uma dica é reduzi-la ao máximo, e pensar em presentear os que ficaram de fora com algum mimo feito por você, como biscoitinhos de Natal. Um gesto atencioso de fazer algo para alguém que você gosta vale mais do que um item que, em alguns casos, a pessoa nunca vai usar. Da mesma forma, presentes personalizados têm mais valor afetivo do que presentes caros. “Dê presentes que caibam no seu orçamento, pois presentear é uma maneira maravilhosa de demonstrar carinho, mas isso não significa de forma alguma que é necessário extrapolar seu orçamento e se endividar.” Diz Gisele.

Antecipe suas compras

Quem deixa as compras para a última hora tem que enfrentar vários problemas: os preços ficam mais altos, as lojas mais cheias, as compras online não são entregues a tempo. Além disso, comprar presentes antecipados pode garantir bons descontos. Se organize com antecedência, pesquise preços, corra atrás de promoções e vá adquirindo aos poucos os presentes para familiares e amigos.

Amigo Secreto

Se utilizar do amigo oculto pode ser uma boa opção se a família é muito grande, assim todos são presenteados, sem que você precise gastar tanto.

Confraternizações

Não é necessário ir em todas as confraternizações e happy hours em que você for convidado. Opte por organizar festas colaborativas, ou seja, cada convidado fica responsável por levar um prato, uma bebida ou até uma sobremesa. Organize festas em casa e na casa de amigos pois assim você economiza, além de criar oportunidades mais acolhedoras para festejar com os amigos. Encontros e pequenas reuniões em casa saem muito mais em conta do que ir a bares e restaurantes.

Planeje seus gastos com antecedência

-Tenha consciência do valor total que você possui disponível para gastar, anote os itens a serem comprados (presentes, alimentos, roupas) e determine um limite de gastos para cada item.

-Liste o número de pessoas que você deverá presentear e calcule uma quantia para todas elas.

Pague à vista

Se você parcelar tudo, pode não conseguir pagar no futuro. As parcelas devem ser utilizadas apenas quando o valor da compra é muito alto, ou quando não há outra opção. O ideal, com certeza, é comprar à vista. O risco de se enrolar mais adiante é bem menor.

Fuja do cartão de crédito, cheque especial e empréstimo

Chega de entrar no cheque especial, cartão de crédito e limite bancário! Tenha consciência do seu orçamento, faça com responsabilidade que sempre terá um dinheirinho extra. Só utilize o cartão de crédito se conseguir controlar seus gastos. Tenha muita atenção para não exagerar. Você não terá um 14º salário em janeiro para pagar a próxima fatura. Talvez possa ser vantajoso em algumas circunstâncias, mas cuidado para não se enrolar, calcule os juros e veja se compensa.

Utilize bem o 13º salário

No final do ano, boa parte dos trabalhadores recebe o 13º salário. Se você estiver fechando o ano no vermelho, por que não usar esse valor para cobrir as dívidas de juros mais altos? Assim, você começa o ano livre das dívidas que podem te prejudicar mais. Porém se você pretende quitar dívidas com parte do seu 13º salário, adapte seu fim de ano conforme suas condições financeiras te permitem e já pense em Janeiro, pois é o mês em que terão contas extras de início do ano como: IPTU, IPVA e despesas escolares

Viagem de férias

A melhor maneira de organizar uma viagem de férias é com antecedência, sendo possível economizar e evitar dívidas para o próximo ano. Uma dica para quem ainda está buscando opções de hospedagem, transporte, atividades e alimentação para o passeio de férias neste final de ano é pesquisar preços em sites de pesquisa e buscar ofertas de última hora.

Quite suas dívidas

Chegar ao final de cada ano sem dívidas a serem quitadas é o sonho de qualquer pessoa, não é mesmo? Porém, infelizmente, esta não é a realidade da maioria dos brasileiros. Então a primeira coisa que você precisa fazer é pagar o que deve, tanto no banco, financeiras, lojas como com amigos e familiares. Tendemos a não priorizar as dívidas e consequentemente gastar mais do que realmente poderíamos e acabamos nos endividando ainda mais. A dica é aproveitar o clima de confraternização e tentar negociar todas as suas dívidas, ou pelo menos, as que têm juros mais altos. A contadora ressalta um cuidado muito importante: “Ao buscar uma renegociação de dívida, veja se as parcelas cabem no seu orçamento. Por isso, se você tem dívidas e pendências financeiras, pode valer a pena começar a organizar agora mesmo suas finanças e, de repente, gastar um pouco menos nas festas de final de ano e diminuir a verba dos presentes natalinos. Pode ser tudo o que você precisa para colocar as finanças em ordem e começar o próximo ano com o pé direito.”

Não empreste seu cartão de crédito

Sempre tem aquele amigo ou parente que pede um dinheiro emprestado ou cartão para comprar somente um presentinho. Acima de todas as regras, essa talvez seja uma das mais importantes, junto com o pagamento das dívidas — não empreste o seu cartão! Os riscos ao se fazer isso são diversos, mas um dos maiores deles é o risco de ficar endividado com as compras de outra pessoa.

Evite exageros, desperdícios e economize

As festas de final são culturais e uma forma de lazer para todos, mas você não precisa estourar seu orçamento para se divertir. O Natal, por exemplo, é uma comemoração farta em alimentos e pode acontecer de muitos deles sobrarem e serem desperdiçados.

Com equilíbrio, organização, planejamento e empenho é possível economizar no final de ano, ter boas festas de Natal e Ano Novo e ainda controlar melhor as finanças para começar o novo ano com o pé direito e sem dívidas.

Gisele Machioski, contadora e educadora financeira 

Serviço: Machioski Contabilidade

Gisele Machioski

Contadora

Instagram @giselemachioski

gisele@machioski.com.br

https://www.linkedin.com/in/giselemachioski

3656-2020 e ou 9.9946 0021