You've successfully subscribed to Polinize
Great! Next, complete checkout for full access to Polinize
Welcome back! You've successfully signed in
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.

Como tratar surdez na terceira idade?

Perda da audição atinge um quarto dos idosos até 70 anos

 A perda de audição é um problema grave que se intensifica com a idade, 25% das pessoas de 55 à 65 anos têm problemas na audição, o número chega a quase 50% na população com mais de 70 anos.

Dra. Rita Guimarães, otorrinolaringologista e otoneurologista, explica que a surdez na terceira idade faz parte do processo degenerativo relacionado ao envelhecimento natural do indivíduo. “A partir da quinta ou sexta década de vida, a pessoa não ouve com a mesma perfeição  de quando tinha 20 anos, devido à morte de algumas células auditivas. Entretanto, componentes genéticos e fatores de risco específicos como diabetes, pressão alta, tabagismo e uso excessivo de álcool podem acelerar esse processo denominado presbiacusia”, analisa a doutora.

Um dos sintomas iniciais que merece atenção surge quando o idoso sente dificuldade, por exemplo, em falar ao telefone ou tem a sensação de que não consegue compreender bem as palavras que lhe são ditas. Chamada de presbiacusia, a perda auditiva na terceira idade leva os idosos a ouvir apenas frequências menores que 2000 Hz, muito menos que 20000 Hz de limite que possuíam na infância.

O idoso ainda não tem uma forma de cura da perda auditiva, mas com o uso do aparelho auditivo ou do implante coclear -  que consiste na inserção de eletrodos no ouvido interno, estimulando os neurônios que realizam a interpretação dos sons – já existem chances para melhorar a audição dos velhinhos.

Muitas pessoas demoram muito para procurar o atendimento de otorrinolaringologista, tanto pelo curso incerto da doença, quanto pelo estigma de utilizar um aparelho auditivo. Mas é extremamente importante não deixar de procurar médico, pois a presbiacusia tem prevenção e tratamento, quanto mais rápido é percebida, melhor.

Dra. Rita 

Dra. Rita de Cássia Cassou Guimarães (CRM 9009)

Otorrinolaringologista, otoneurologista, mestre em clínica cirúrgica pela UFPR

Blog: http://canaldoouvido.blogspot.com

Face: https://www.facebook.com/canaldoouvido?ref=hl

Email: ritaguimaraescwb@gmail.com

Telefone: (41) 3225-1665 - 41-99216-9009

Endereço: Rua Fernando Simas, n° 705, nas Mercês, quarto andar, salas 41 e 42, Curitiba PR.