Conheça 3 mulheres que atuam no segmento de AutoTechs no Brasil

Renniê Paro | 1 min read

A indústria automotiva passa por muitas mudanças drásticas no últimos anos e isso deve se repetir para os próximos. Crises econômicas e políticas, alta nos preços e salários estagnados e problemas de mobilidade urbana têm forçado transformações no mercado.

Segundo o Liga Insights AutoTech, estudo da Liga Ventures, existem 193 startups brasileiras que estão revolucionamento o mercado automotivo desde a linha de produção, venda e manutenção ou transportes de cargas e passageiros. Desse total, 80% estão concentradas nas regiões Sudeste e Sul, sendo 61% e 17%, respectivamente.

Em um ambiente majoritariamente masculino, existem iniciativas femininas que apostam em startups no setor e têm levado insights valiosos para o crescimento de todos. Conheça abaixo, 3 mulheres que apostam nas AutoTechs Brasileiras e devem ditar tendências nos próximos anos:

  • Bárbara Siqueira: CEO da Olho no Carro, Bárbara, hoje com 28 anos, é formada em Gestão de Moda pela Anhembi Morumbi e atuou nesse mercado por 10 anos. Seu último trabalho foi com a expansão da rede de Lojas Forever 21 no Brasil. Após esse período, Bárbara resolveu arriscar e fundou a Olho no Carro. O insight veio por conta da influência familiar, que já atua no mercado de informações há 20 anos e fez com que ela observasse um gap no setor, oferecendo o serviço de consultas veiculares ao mercado. A startup oferece segurança para transações de compra de veículos. O primeiro aplicativo web de consultas veiculares do país, analisa em poucos segundos, mais de dez variáveis;
  • Aline Landim: Fundadora do jaUbra, Aline atua como empreendedora no Serviço de transporte particular para a Brasilândia, na periferia de São Paulo. A jaUbra (antiga UBRA) nasceu da necessidade de atender com um serviço de transporte por aplicativo, os bairros periféricos da região da Brasilândia;
  • Gabriela Correa: Criadora do aplicativo Lady Driver, Gabriela teve a ideia de criar o app após sofrer assédio dentro de um carro chamado em outro player do mercado. A proposta do Lady Driver é ser um aplicativo de chamada de veículos cadastrados, com exclusividade para motoristas e passageiras mulheres, apenas;

Quem disse que carro não é coisa de mulher?!

Share twitter/ facebook/ copy link