Sobre Newsletter Torne-se um polinizador Mural de vagas Eventos Politalks Polissocial
Sign-in
/ Edtech

Bearings Vocacional: Conheça a startup brasileira que facilita o encontro dos estudantes com a faculdade

  • Polinize

    Polinize

    Nossa missão é dar às startups um espaço para compartilhar suas inovações, tornando-as acessíveis e conectadas

    More posts by Polinize.
    Polinize

A Bearings Vocacional começou com foco na transição para a graduação, mas já mira novos projetos voltados para a pós-graduação

Por Naiara Araújo

De olho no dilema que existe na vida dos estudantes na hora dar um passo na carreira profissional e escolher uma graduação, a Bearings Vocacional chegou com o objetivo de facilitar esse processo de transição do ensino médio para o ensino superior. Há pouco mais de um ano no mercado, os projetos da empresa voltados ao marketing educacional estão rendendo bons frutos.

De acordo com Ricardo Rüppell, sócio-fundador da Bearings Vocacional, o foco inicial estava nos jovens. “Como plataforma educacional o objetivo é o de auxiliar as pessoas a refletir sobre a escolha profissional de uma maneira apropriada e consciente”, diz Rüppell.

Agora, além dos estudantes, as instituições de ensino também têm procurado os serviços da empresa. A meta é ajudar instituições de ensino superior na captação de alunos e a evitar impactos negativos causados pelos altos índices de evasão.

A orientação vocacional

A faixa etária dos usuários atendidos pela empresa varia, explica o sócio-fundador. “A maioria concentra-se na faixa entre 16 e 18 anos. Também temos adolescentes que procuram o serviço mais cedo, por volta dos 14, 15 anos e outros jovens que desejam entrar no ensino superior, de 19 a 26 [anos]”, conta Rüppell.

A estratégia da empresa para garantir uma orientação vocacional consciente pode ser simplificada em três etapas. A primeira ocorre a partir de testes sobre o interesse profissional do usuário. Depois, foram realizadas entrevistas com profissionais em atuação para conseguir informações sobre a realidade do mercado em cada área. Por fim, as informações foram cruzadas com as grades curriculares de cursos de graduação, com objetivo de juntar as informações teóricas com as práticas.

Em 2017, a Bearings Vocacional já atendeu mais de 115 mil usuários. “A aceitação vem sendo fantástica, facilitando o relacionamento de instituições de ensino superior com futuros alunos”, afirma o sócio-fundador. A expectativa é de alcançar mais de 200 mil usuários até o fim do ano.

Atualmente, são atendidas aproximadamente 30 instituições de ensino superior, com a meta de 50 instituições até o fim deste ano. “É muito gratificante saber que temos usuários em todos os estados do Brasil e que estamos impactando vidas em mais de 1.000 cidades brasileiras”, diz Rüppell.

Novos projetos da startup

Como os resultados mostraram que há espaço para avançar com essa ferramenta na educação, a startup continua focada na captação e retenção de alunos, mas com novos produtos e funcionalidades. De acordo com o sócio-fundador, já estão sendo desenvolvidos módulos para a pós-graduação e também para o ensino médio “Além disso, temos um projeto voltado para a psicologia e orientação profissional com uma ferramenta online mais completa que pode ajudar profissionais que trabalham com orientação vocacional”, relata.

Além do crescente número de usuários, o reconhecimento tem vindo em outros formatos. No ano passado, a startup brasileira recebeu o prêmio de Startup destaque da Bett Educar 2016, uma das principais feiras de tecnologia educacional da América Latina. Outra recompensa foi o prêmio de Startup Vencedora no Edu4Me Brasil 2016.

Polinize

Polinize

Nossa missão é dar às startups um espaço para compartilhar suas inovações, tornando-as acessíveis e conectadas

Read More
Bearings Vocacional: Conheça a startup brasileira que facilita o encontro dos estudantes com a faculdade
Share article