You've successfully subscribed to Polinize
Great! Next, complete checkout for full access to Polinize
Welcome back! You've successfully signed in
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.
De onde vem a sua Meta?

De onde vem a sua Meta?

Muito tem se ouvido sobre a importância de se ter metas claras e bem definidas, sobre os métodos de elaboração e qual a melhor forma de concretizá-las.

Claudia Deris, Gestora de carreira, apresenta “Particularmente eu considero toda esta abordagem fantástica, até porque alguns métodos em muito facilitam a nossa rotina e nos direcionam de forma prática ao que realmente queremos”.

Isto posto, porque então tanta dificuldade de colocar em prática o que foi planejado, uma vez que todos possuem um vasto campo de ferramentas e orientações de “como fazer o que precisa ser feito”?

Quando é falado sobre o corpo que a maioria deseja tanto ter, o bens que vários sonham em adquirir, o cargo que os profissionais almejam todos os dias, as viagens que podem gerar até angústia por ainda não terem sido feitas, é possível analisar, “Então, todas essas metas são realmente suas, isso vem de um desejo seu, ou foi provocado você?”, Claudia reflete.

Um dos fortes motivos que levam a sociedade a desistir das metas estipuladas, se deve à ausência de critérios específicos e enraizados à essência de cada um. A quantidade de pessoas sem causa própria para lutar chega a ser absurda de tão grande.

Quando a meta não condiz com sua essência, estruturá-la e seguir as rotinas que possam se aproximar dela, se torna praticamente um mártir, ou seja, alguns passam boa parte da vida lutando por causas que nem sabem quais são, e que nem achem que vale o preço. Passando também, outra boa parte acreditando que possuem um sério problema de falta de foco, excesso de procrastinação, falhas significativas da memória. “Sendo que um fator fortíssimo que pode desencadear todos estes comportamentos é justamente ‘a luta pela causa errada’, onde todos estes sintomas nada mais são do que o corpo te dizendo: “PARE! Suas atitudes não condizem com seus valores e real querer”, analisa a Gestora.

Antes de tomar qualquer decisão contra comportamentos e sentimentos que acreditam-se ser sabotadores, é essencial uma investigação e verificação se o indivíduo de fato está cumprindo com algo que deseja e acredita, ou se está escorado cada vez mais nas metas dos outros, por medo das consequências do novo, da exposição negativa, de perda e etc. Muitas vezes “Mal se dá conta de que não há o que perder quando nada se tem, que todos os frutos a serem colhidos desta luta serão justamente direcionados aos verdadeiros donos das metas e que você atuou como um excelente coadjuvante”, finaliza Claudia.

Serviço: Claudia Deris

Gestora de Carreira

Whatsapp: +55 (61) 9 9624-8140

https://www.upcurriculo.com/

https://www.instagram.com/claudiaderis/

https://www.facebook.com/claudiaderis/

https://www.linkedin.com/in/claudia-deris-consultoria-carreira/

info@claudiaderis.com