Se hoje em dia é bem clara a diferença entre uma carta e um e-mail, a analogia funciona também para a diferença de conceito de um livro e um e-book.

A palavra tem origem na língua inglesa e é uma abreviação para o termo “eletronic book”, ou seja, livro eletrônico, e trata-se da mesma obra, do mesmo autor, já produzida na versão impressa com a única exceção de ser, obviamente, uma mídia digital, assim como um e-mail é considerado uma versão digital de uma carta.

Esse material pode ser disponibilizado em vários formatos diferentes e ser utilizado em tablets, smartphones e kindles, por exemplo. Acompanhe este texto da Árvore de Livros, plataforma de leitura digital com mais de dez mil títulos, e saiba mais sobre os e-books e sua utilização em sala de aula!

Quais os benefícios do e-book?

Uma das principais vantagens dos e-books é a possibilidade de adquirir uma obra de qualquer parte do mundo em questão de segundos. Pode-se também citar a facilidade de transporte, uma vez que é possível armazenar várias obras em um único dispositivo.

Dentre outros benefícios encontra-se também o seu baixo custo de produção, o que torna a aquisição muito mais vantajosa quando comparada às versões impressas. Nesse sentido, a utilização dos e-books dentro da sala de aula se torna um recurso muito interessante e viável para facilitar a aprendizagem e manter os alunos entretidos e interessados.

Por que utilizar e-books em sala de aula?

A utilização da tecnologia em sala de aula permite abordagens diferenciadas e inovadoras que possibilitam maior interação, não só entre os alunos e o conteúdo apresentado pelo professor, mas também entre os próprios estudantes. Em contrapartida, a relação entre os estudantes e a tecnologia desperta a curiosidade e estimula a aprendizagem, pois facilita para o professor captar a atenção dos alunos.

Além dessas, a tecnologia dos e-books em sala de aula apresenta outras vantagens de ordem técnica, como a possibilidade de aumentar o tamanho da fonte, recursos audiovisuais e ferramentas de pesquisa, por exemplo.
Ainda, com a redução da utilização do papel, as mídias digitais permitem o desenvolvimento de uma consciência ambiental nos estudantes.

Mas de que forma é possível usar o e-book para o ensino?

Para aplicar o uso da tecnologia e do e-book dentro da sala de aula, basta ter muita criatividade e explorar os recursos disponíveis pelos dispositivos. Inicialmente pode-se disponibilizar mais facilmente os materiais para os alunos utilizarem tanto dentro de sala quanto para ler em casa.

Outra atividade que pode ser feita é a aula inversa, na qual os estudantes leem o tópico em casa e, no dia seguinte, em grupos, fazem a exposição daquele tema para a turma. Pode-se criar uma biblioteca digital dentro da turma ou um dicionário interativo.

O uso da criatividade é livre na hora de elaborar atividades. Deve-se tomar cuidado apenas para os alunos não perderem o foco na atividade em questão e fazer com que todo o esforço seja em vão na hora de buscar a excelência no ensino.

Gostou deste texto? Deixa sua opinião nos comentários e nos ajude a entender de que tipo de conteúdo você mais gosta!