You've successfully subscribed to Polinize
Great! Next, complete checkout for full access to Polinize
Welcome back! You've successfully signed in
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.
É possível diminuir a dor da perda de um ente querido?

É possível diminuir a dor da perda de um ente querido?

Perder alguém que ama algo que acontece inevitavelmente, porque não podemos prever o dia de amanhã. Infelizmente, quando ocorre uma forma inesperada, você pode ser afetado negativamente.

“Não são raros os casos de pessoas que desenvolvem depressão após a morte de filhos, cônjuges ou pais. Como ninguém está preparado para isso, é preciso ficar atento aos sinais e procurar ajuda ”, conta Madalena Feliciano, hipnoterapeuta.

Grande parte das pessoas deixa em período de luto e não percebe quando é o momento de parar, fazendo com que o quadro evolua para uma situação mais séria, como uma depressão.

A angústia e a tristeza que se formam no peito não estão listadas, relacionadas à saudade ou aos sentimentos bons que você teve ao longo de uma pessoa que foi, e sim, decorrente de trauma por perda de sangue.

Através da terapia com hipnose, é possível desviar as sensações nas ruínas, reduzir o nível de aceitação para que a falta de desejo seja sentida, mas não dolorosa.

“Não se trata de esquecer uma pessoa que você ama, mas sim, aprender a lidar com dor e lembrar apenas algumas coisas boas”, conta Adriana Paula, que passou pelo processo e afirma que após duas sessões sofreu a perda da mãe, lembrando agora somente dos bons momentos, sem sofrimento.

Estima-se que em duas ou três sessões ou em trauma seja superado, porém, em casos mais complexos, até cinco sessões, por conta de fatores como a colaboração do próprio paciente e a relação de confiança entre ele e o hipnoterapeuta.

Madalena Feliciano

Gestora de Carreira e Hipnoterapeuta

https://madalenafeliciano.com.br/

Top stories in your inbox!