You've successfully subscribed to Polinize
Great! Next, complete checkout for full access to Polinize
Welcome back! You've successfully signed in
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.

Empreendedor usa a realidade virtual para conscientizar funcionários sobre a poluição marinha

Imagine a seguinte situação: durante um mergulho no fundo do mar, você está contemplando toda a riqueza natural do oceano quando, de repente, o cenário muda, e você se depara com uma paisagem de poluição marinha e dados alarmantes a respeito. Essa é a sensação que o empresário Fabio Costa, CEO da Agência Casa Mais, empresa especializada em realidade virtual e aumentada no Brasil, propôs aos colaboradores da General Motors, por meio de uma experiência imersiva.

“Fomos procurados pelo RH da General Motors, que nos desafiou a desenvolver um vídeo educacional em Realidade Virtual (VR) com o intuito de deixar uma mensagem de alerta aos seus colaboradores sobre uma ameaça iminente ao nosso planeta, em uma ativação realizada na semana do meio ambiente nas fábricas de Indaiatuba e Sorocaba”, afirma o CEO.

De acordo com Costa, por meio de uma narrativa imersiva de storytelling, num vídeo feito em 360 graus, com imagens do fundo mar, o espectador experimentou a sensação de estar imerso sob o imenso oceano, de modo a se encantar e a se sensibilizar com a importância de toda a beleza natural ali presente. “Em certo momento do vídeo, a narrativa sai de um ambiente encantador dos mares e vai para uma triste mensagem de alerta sobre o quão problemático o descarte incorreto de lixo reciclável pode ser, principalmente os plásticos, que vêm se tornando um novo grande vilão dos mares”, completa o empreendedor.

De acordo com um estudo sobre poluição marinha, coordenado pela Associação Internacional de Resíduos Sólidos (Iswa) e publicado em 2018, os oceanos recebem, anualmente, 25 milhões de toneladas de lixo, aproximadamente, sendo que, cerca de 80% tem origem nas cidades devido à má gestão dos resíduos sólidos.

Ainda segundo o estudo, desse montante, metade é plástico, o que pode gerar um grande desequilíbrio no ecossistema marinho. É o que demonstra outra pesquisa realizada por uma universidade australiana, a qual afirma que cerca de 100 mil animais marinhos morrem, por ano, em decorrência da ingestão do plástico. Segundo projeções, se a poluição dos oceanos continuar nesse ritmo, em 2050 haverá mais resíduos sólidos do que peixes em mares de todo o mundo.

Diante de tais dados alarmantes, a conscientização sobre a importância de evitar o despejo de resíduos em ambiente sem tratamento para que não cheguem ao mar é cada vez mais urgente. A Política Nacional de Resíduos Sólidos, por exemplo, determina que os grandes geradores de resíduos, como as indústrias, gerenciem o lixo corretamente. Assim, nada melhor do que fazer tal alerta, proporcionando uma experiência imersiva, que permite ao indivíduo estar ainda mais próximo da realidade apresentada, como se a vivenciasse.

No caso dos colaboradores da GM, tal experiência surtiu bons resultados. “Foi incrível ver a reação dos nossos colaboradores que se impressionaram com a experiência VR e se sensibilizaram com o conteúdo apresentado através dos óculos de realidade virtual”, afirma Mariana Santos, da área de Recursos Humanos da GM.

O CEO da Agência Casa Mais também considerou a ativação um sucesso: “Conseguimos impactar um grande número de pessoas; a união da tecnologia e a consciência ecológica, tão necessária hoje em dia, puderam fazer a diferença para elas, tornando um evento corporativo como este bastante notório”, conclui.

Top stories in your inbox!