You've successfully subscribed to Polinize
Great! Next, complete checkout for full access to Polinize
Welcome back! You've successfully signed in
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.

Escolas fechadas mudam rotina de famílias

Com a suspensão das aulas presenciais nas escolas das redes pública e privada, muitas famílias não sabem como equilibrar a rotina de trabalho com as crianças em casa. Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua 2018, o Brasil tem 35,5 milhões de crianças (pessoas de até 12 anos de idade), o que corresponde a 17,1% da população. Com isso, são milhões de famílias que precisam conciliar home office, isolamento e o aprendizado das crianças em casa.

“Por si só, a vida cotidiana de família e escola já é desafiadora. Porém, neste momento histórico, os familiares estão sendo requisitados a participar ativamente dessa jornada acadêmica doméstica”, comenta a gerente pedagógica do Sistema Positivo de Ensino, Milena Fiuza. Para ela, o melhor caminho, agora, é esclarecer que esse período não se trata de férias, recesso ou tempo ocioso, e sim da oferta de um formato alternativo para que o aprendizado continue.

Para as tarefas em casa, a pedagoga comenta que barreiras como reclamações, procrastinação e frustração - vindas dos pais - faz transparecer para as crianças que o que precisa ser feito não é prazeroso. “A forma como os pais lidam com a lição de casa influencia diretamente no nível de interesse da criança. Preparar um ambiente onde a família possa participar de forma integrada é uma boa saída. Atitudes simples, como desligar a TV e o celular - tanto da criança quanto dos pais -, contribuem substancialmente para manter a motivação na tarefa”, orienta.

Oportunidade de criar rotina

De acordo com Milena, neste período em especial, a preocupação é com algo maior do que tarefas de casa diárias. “Agora, estabelecer um hábito de estudos é essencial para equilibrar os afazeres da criança, dos pais e os momentos de descanso. Com uma agenda pré estabelecida, deve-se fixar o mesmo horário que o aluno estaria na escola para a realização das atividades escolares”, explica a especialista, reforçando que a criança pode ser envolvida na construção desta rotina, “na qual ela compartilhará com a família como são organizados os horários na escola, as atividades e as pausas”.

Ao criar uma prática de estudos, uma pedagogia explica que pais também incentivam crianças e adolescentes a desenvolver o senso de responsabilidade. “Conscientes dos seus deveres, desenvolvem-se cidadãos muito mais organizados e focados. Além disso, é importante monitorar a agenda de atividades para atividades que estão sendo cumpridas, executar ajustes no processo para a rotina, ser respeitados e facilmente readaptados com regularização da situação escolar ”, ações, lembrando que não há manual de instruções para os tempos que vivemos. É uma situação nova - tanto para a escola quanto para pais e filhos. "O importante é que não promova excessos, nem promova ações exageradas que acabam por criar mal estar em crianças que já estão completamente fora do traje do dia.

Sobre o Sistema Positivo de Ensino

É o maior e mais tradicional sistema voltado ao ensino particular no Brasil. Com um projeto sempre atual e inovador, ele oferece para escolas particulares diversos recursos que abrangem alunos, professores, gestores e também uma família de alunos com conteúdo diferenciado. Para os estudantes, são ofertadas atividades integradas entre o livro didático e plataformas educacionais que auxiliam na aprendizagem. Os professores recebem propostas de trabalho pedagógico com foco em diversas disciplinas, enquanto os gestores recebem recursos de apoio à administração escolar, incluindo cursos e ferramentas que abordam temas voltados para áreas de pedagogia, marketing, finanças e questões jurídicas.A família participa do processo de aprendizagem do aluno recebendo conteúdo específico, que contempla revistas e webconferências voltadas à educação.

Top stories in your inbox!