You've successfully subscribed to Polinize
Great! Next, complete checkout for full access to Polinize
Welcome back! You've successfully signed in
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.

eSports: Nova possibilidade de socialização e inserção no mercado de trabalho

Incentivo na área de esportes eletrônicos pode evitar "apagão técnico" dos profissionais de tecnologia

Os esportes eletrônicos, chamados de eSports, são modalidades de torneios e competições profissionais com jogos online e videogames que têm se popularizado no Brasil nos últimos anos. De acordo com dados divulgados pelo canal SporTV,  o país está na terceira colocação entre os que tiveram maior crescimento desta modalidade.

E, assim como os esportes tradicionais, estes jogos online também podem ser ferramentas para a transformação social de jovens. É essa a proposta de uma iniciativa que será colocada em prática no mês de março em Curitiba pelo Instituto de Futebol de Rua, em parceria com a Assespro-PR, com aulas de eSports. A ideia da parceria é engajar o jovem desde a prática dos jogos até a programação deles.

De acordo com o fundador e diretor-executivo do Instituto Futebol de Rua, Alceu de Campos Natal Neto, este projeto tem os mesmos princípios seguidos pelo Instituto: colaborar para a socialização e inserção do jovem no mercado de trabalho. “Todo o conhecimento que estes alunos tinham até então era restrito a nossa sala de informática, mas eram apenas conceitos básicos destas tecnologias. Com este projeto, eles terão contato com uma área muito mais ampla voltada para o mercado de trabalho”, comenta.

Iniciativas assim buscam trazer mais jovens para um mercado que é bastante carente de profissionais capacitados. Em uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação, o mercado de TI pode apresentar um déficit de 290 mil profissionais em 2024. De acordo com a própria Assespro-PR, só em Curitiba existem 6 mil vagas de emprego em aberto. E o que falta para essas vagas serem preenchidas é capacitação. Para garantir que não aconteça esse “apagão técnico”, o incentivo à qualificação dos estudantes para esta área é fundamental.

Sobre o Instituto Futebol de Rua

Criado em 2006, o Instituto Futebol de Rua é uma organização sem fins lucrativos que utiliza o esporte e a cultura como ferramentas para o desenvolvimento de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Presente em 12 estados, 22 cidades e com mais de dois mil beneficiários, o Instituto conta com metodologia exclusiva que alia aulas de formação humana ao futebol.