Sobre Newsletter Torne-se um polinizador Mural de vagas Eventos Politalks Polissocial
Sign-in
/ Eventos

Fest4: ideia inovadora surgiu de “dor pessoal”

  • Felipe Mendes

    Felipe Mendes

    Felipe is our journalist at Polinize. We are committed to helping all stakeholders understand why, when and how technology can - and cannot- support better them.

    More posts by Felipe Mendes.
    Felipe Mendes

Foi a partir de “uma dor pessoal” que o empreendedor Lourenço Gadelha criou a Fest4. “Eu organizo muitas festas, para mim e para meus amigos, e é sempre muito difícil encontrar fornecedores ou mesmo ‘sair da caixa’, encontrando produtos novos, fora do comum. Foi aí que tive a ideia de criar a empresa”, conta.

A Fest4 é um marketplace de produtos para festa. Segundo o fundador e CEO, é possível organizar qualquer tipo de evento: churrascos, aniversários e muito mais. “É o Uber da festa”, segundo Gadelha. A proposta é encontrar tudo o que é preciso para garantir a diversão dos amigos e da família em um só lugar, com poucos cliques.

Além dos produtos mais simples, como carnes para churrascos ou doces para festas de aniversário, o site oferece também coisas mais elaboradas, como bandas para shows e dançarinos. E, além de vender os produtos, também oferece a possibilidade de realizar “vaquinhas” para arrecadação do dinheiro entre os participantes da festa. Outro destaque é uma calculadora para saber o que e quanto comprar para cada evento.

“A pessoa informa o número de homens, mulheres e crianças e o sistema mostra a quantidade de produtos e o valor total. Basta selecionar os produtos que deseja e repassar o custo para os amigos na vaquinha. É possível pagar por boleto ou cartão de crédito, e até mesmo parcelar o pagamento”, conta Gadelha.

No mercado há dois anos, a Fest4 faz parte do Parque Tecnológico da UFRJ e foi acelerada pelo programa Sebrae Inovação. Atualmente o atendimento está restrito ao Rio de Janeiro, mas o objetivo é chegar ainda em 2018 a São Paulo para, em seguida, expandir para outras localidades no Brasil.

“É um mercado que tem bastante espaço, mas requer uma mudança de cultura. Há alguns anos pessoas tinham dificuldade de pedir Uber, por exemplo. Nosso faturamento e a procura e a curiosidade estão aumentando. As pessoas querem praticidade, conveniência e também sair fora da caixa, fazer coisas diferentes. E oferecemos isso”, conclui.

Felipe Mendes

Felipe Mendes

Felipe is our journalist at Polinize. We are committed to helping all stakeholders understand why, when and how technology can - and cannot- support better them.

Read More
Fest4: ideia inovadora surgiu de “dor pessoal”
Share article