Airfox foi premiada em duas categorias diferentes no CODEn Contest

Fundada por um jovem empreendedor brasileiro radicado nos Estados Unidos, a empresa de fintech Airfox ganhou, no dia 10, os prêmios de melhor startup e melhor modelo de negócios no CODE_n Contest, em Stuttgart, na Alemanha. A competição, uma das mais importantes do mundo no setor de tecnologia e inovação, contou com 300 participantes, vindos de 42 países diferentes.

A Airfox desenvolve soluções financeiras para o público desbancarizado de baixa renda em países emergentes, como o Brasil, o México e a Índia. Com um aplicativo desenvolvido para smartphones Android, a startup permite que os usuários façam empréstimos, transferências de dinheiro, pagamento de boletos e recarga em cartões de transporte público, sem precisar abrir conta em banco.

Graças ao uso de inteligência artificial, machine learning e tecnologia blockchain, a Airfox consegue oferecer estes serviços sem cobrar as altíssimas tarifas e taxas de juros praticadas pelos grandes bancos brasileiros. Para ganhar escala em suas operações no Brasil, a empresa fechou um acordo, em setembro, com a Via Varejo, gigante do comércio varejista que controla as redes Casa Bahia e Ponto Frio.

“Novas soluções financeiras precisam se adaptar ao estilo de vida dos consumidores de baixa renda sem acesso a conta bancária. Nos mercados emergentes, os empreendedores dependem muito dos smartphones. Elas costumam trabalhar em vários lugares diferentes, usando apenas dinheiro físico”, explicou Victor Santos, CEO e fundador da empresa, que tem sede em Boston, nos Estados Unidos.

“Os celulares estão ficando cada vez mais baratos, em todo o mundo. Isso nos dá a oportunidade de usar a tecnologia para solucionar os desafios desse público. A Airfox foi criada para preencher esse vazio.”, disse Victor. No Brasil, a empresa identificou um mercado potencial de 60 milhões de pessoas, o equivalente ao total de brasileiros sem conta em banco ou com uso limitado de serviços bancários.

“Estamos empenhados em encontrar caminhos para fomentar tecnologias emergentes, que possam beneficiar toda a sociedade. Para extrair o melhor que essas tecnologias têm a oferecer, nós precisamos estimular o diálogo e uma discussão inclusiva. Isso nos ajudará a antecipar e direcionar o desenvolvimento tecnológico”, defendeu o presidente da CODE_n, Ulrich Dietz.

O CODE_n Contest faz parte do new.New Festival, evento anual focado em transformação digital e modelos de negócios disruptivos. O evento deste ano teve como tema a “Inteligência X.O – Inteligência Artificial 4 indústria e humanos”, reunindo cientistas, desenvolvedores e empresas especializadas em blockchain, machine learning, realidade virtual, realidade aumentada e cibersegurança.