Fintech realiza programa de educação financeira para crianças e adolescentes

Equipe Polinize | 2 min read

O projeto Creditas Engaja já teve cinco edições entre 2018 e 2019

Aulas de história, português, matemática e até de física preenchem a grade curricular do Ensino Fundamental ao Médio das escolas brasileiras. Mas quantas instituições você conhece que oferecem educação financeira às crianças e adolescentes? Segundo um estudo da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), intitulado por Financial Education in Schools, o conhecimento de educação financeira na infância ajuda a formar adultos com noção de gerenciamento de riscos, ou seja, que evitam assumir dívidas incontroláveis - o que não vem acontecendo no Brasil, já que mais de 62 milhões de brasileiros fecharam 2018 com o nome sujo, segundo o SPC.

Pensando nisso, a Creditas, principal plataforma online de crédito com garantia do Brasil, criou em maio de 2018 o “Creditas Engaja”, um projeto social que visa ensinar crianças e adolescentes de 5 a 18  anos sobre educação financeira. Os voluntários são os próprios funcionários da fintech, que visitam ONGs e instituições com foco em crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Eles ensinam o básico de finanças usando dinâmicas, jogos e aulas. “Nós focamos bastante em ações mais lúdicas para as crianças. Explicamos para elas a importância de economizar para conquistar seus sonhos”, explica Camilla Pasquarelli, responsável pelo programa na Creditas. “Para os  adolescentes, oferecemos um conteúdo mais completo, ensinando planejamento financeiro e como se programar para alcançar seus objetivos.”

Em 2018, a Creditas, em parceria com a ONG Bem Gasto (que busca ajudar pessoas a administrarem melhor a sua renda), promoveu três ações que contaram com a ajuda de 44 voluntários e atingiram um público de 82 crianças e adolescentes. Em 2019, já foram realizadas duas ações, com 32 pessoas da fintech e uma média de 80 alunos impactados. A última ação aconteceu em abril passado no Instituto Brasileiro de Transformação pela Educação (IBTE), em São Paulo. “Nós queremos plantar uma sementinha para ajudar na vida financeira adulta deles. É uma ação social ligada ao negócio e propósito da Creditas”, finaliza Camilla.

Fundada em 2012, a Creditas nasceu com o objetivo de reduzir os juros no Brasil e reestruturar o endividamento das famílias, oferecendo um crédito de qualidade. A fintech trabalha com o crédito com garantia para conseguir oferecer taxas mais baixas, parcelas menores e mais tempo para pagar, e tudo isso de forma mais eficiente e barata com o uso intenso da tecnologia.

Sobre a Creditas

A Creditas é a principal plataforma online de crédito com garantia do Brasil e trabalha com dois produtos: o empréstimo com garantia de imóvel e o de veículo. Fundada em 2012 pelo espanhol Sergio Furio, a fintech tem o propósito de garantir o progresso financeiro dos clientes por meio de um crédito de qualidade, viabilizando projetos de vida e combatendo o mau endividamento. Essa modalidade de crédito é diferenciada porque oferece taxas mais baixas, parcelas menores, valores maiores e prazos de pagamentos mais longos. Seu DNA digital permite usar a tecnologia para escalar o negócio, otimizar processos e melhorar a experiência dos clientes – sem dispensar o atendimento personalizado, prestando consultoria e oferecendo educação financeira. Com sede em São Paulo, a Creditas conta com mais de 650 Tripulantes (funcionários) e já recebeu R$ 285 milhões em investimentos de fundos internacionais de Venture Capital. A empresa tem se destacado nos rankings da FastCompany, daCB Insights, do Love Mondays e do LinkedIn, sendo apontada como das fintechs mais promissoras do mundo.

Share twitter/ facebook/ copy link