You've successfully subscribed to Polinize
Great! Next, complete checkout for full access to Polinize
Welcome back! You've successfully signed in
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.
Fintechs revolucionam a maneira de investir e de conseguir empréstimos no Brasil

Fintechs revolucionam a maneira de investir e de conseguir empréstimos no Brasil

Para as pequenas e médias empresas brasileiras, conseguir um empréstimo nunca foi tarefa fácil. Além da enorme burocracia e da demora na aprovação, muitas vezes elas não conseguem o valor solicitado e ainda recebem taxas de juros abusivas. Isso porque o Brasil é o segundo país na lista dos maiores spreads bancários do mundo com 39,6% em 2016, segundo dados do Banco Mundial. O spread é a diferença entre o valor que o banco paga pelo empréstimo e o valor que ele cobra das PMEs na operação de crédito.

Este cenário mudou e melhorou muito - principalmente para as PMEs - com o surgimento das fintechs, que reinventaram a maneira de conseguir empréstimos - com mais rapidez, menos burocracias e taxas mais baixas e apontaram modelos de investimentos mais rentáveis que as tradicionais, como CDB e Tesouro Direto.

Um exemplo é a Nexoos (https://www.nexoos.com.br) – fintech líder de mercado na modalidade Peer to Peer Lending (P2P) – empréstimo coletivo – que conecta pequenas e médias empresas que necessitam de empréstimos a potenciais investidores. A fintech apresenta, em sua plataforma, um modelo em que pessoas comuns podem emprestar dinheiro a empresas, na forma de investimentos.

Como funciona para a empresa

Empresas com faturamento mínimo anual de R$ 250 mil podem solicitar empréstimos à Nexoos. A análise de crédito é digital e 90% automática, com o uso de inteligência artificial. As métricas para aprovação se baseiam em dados que apontam o potencial do negócio, como consultas automatizadas aos bureaus de crédito, pré-análise automática e até avaliações de redes sociais.

“O processo tem menos burocracia e as taxas de juros são bem menores que as vigentes nos bancos tradicionais, podendo ser até 70% menor”, explica Daniel Gomes, CEO da Nexoos.

**Como funciona para o investidor **

O investidor se cadastra na plataforma e investe um valor mínimo de R$ 6 mil - que pode ser aplicado em até 3 empresas de sua escolha. Na Nexoos o investidor tem total liberdade para decidir quanto e onde vai investir. Cada investidor pode emprestar até 5% do valor solicitado pela empresa.

Quando aprovada, a empresa é apresentada aos investidores cadastrados na plataforma, durante a Rodada de Investimentos que acontece todas as segundas-feiras e dura algumas horas, até que o valor solicitado seja arrecadado por meio dos aportes dos investidores e a empresa recebe o valor total do empréstimo em até 7 dias.

Sobre a Nexoos

A Nexoos (www.nexoos.com.br) é uma fintech que conecta pequenas e médias empresas que necessitam de empréstimos a potenciais investidores. Operando no modelo peer-to- peer lending (P2P) – empréstimo coletivo – no qual é pioneira e líder de mercado no país, a plataforma oferece taxas mais baixas, retornos mais altos e menos burocracia que os empréstimos bancários e as opções tradicionais de nvestimento. Com dois anos de operação, a Nexoos já financiou mais de R$ 60 milhões em operações de crédito e conta com uma cartela de mais de 400 empresas financiadas e mais de 13 mil investidores. Em fevereiro de 2018 a Nexoos foi selecionada como uma das finalistas para o prêmio Internacional LendIt Fintech USA 2018 - maior feira de inovação em serviços financeiros do mundo - na categoria "Emerging Lending Platform".

Top stories in your inbox!