You've successfully subscribed to Polinize
Great! Next, complete checkout for full access to Polinize
Welcome back! You've successfully signed in
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.

Três formatos inovadores para promover uma marca esportiva

Um estudo realizado pela SportsValue, em 2018, indicou que o mercado de marketing esportivo movimenta 200 bilhões de reais por ano, no mundo. Estamos falando de um mercado altamente rentável e que tem um alto potencial de investimento. Apesar disso, o esporte ainda é considerado um mercado bastante conservador e os espaços para inovação, nesse sentido, ainda estão surgindo.

Além de ações como eventos esportivos, licenciamentos e patrocínios, há outras formas diferenciadas e mais inovadoras de se abordar na hora de promover uma marca desse nicho.

Nesse sentido, selecionamos três formatos diferentes do que costumamos ver no mercado para inspirar aqueles que estejam atrás de inovações, promovendo uma marca no meio esportivo.

1. Patrocínio Com Retorno do Investimento, além de Produtos e Serviços

Uma das questões mais importante na hora de pensar em novas opções de propaganda no esporte é entender que é possível fugir dos modelos tradicionais de patrocínio, criando novas formas de dar retorno a um parceiro. A AtletasNow, startup com a missão de conectar todas as pontas do esporte, criou modelos com essas questões em mente.

“Olhando o mercado, entendemos que a palavra patrocínio era sinônimo de investimento sem retorno e que muitas empresas não queriam nem tocar no assunto. Desta forma, fizemos um modelo em que o patrocinador pudesse ter o retorno financeiro de imediato, atraindo tráfego e gerando vendas para seus canais online, especificamente, para o seu e-commerce”, comenta Mark Allan, Head de negócios e parcerias da startup.

2. Parcerias podem ser lucrativas

A AtletasNow também decidiu em apostar em um modelo de parceria não apenas com produtos, mas também com outros serviços digitais, criando novas soluções que atendem às necessidades dos usuários em seu banco de dados. Como consequência, a marca fechou uma parceria com a maior plataforma de crowdfunding do Brasil e pode oferecer oportunidades de patrocínio para qualquer categoria de atleta.

“Decidimos também que o patrocínio poderia se estender a pessoas comuns através de pequenas doações, por isso focamos em uma parceria com uma plataforma de financiamento coletivo para que pequenas contribuições pudessem fazer parte de um bem maior, ajudando os atletas”, explica Allan.

3. Tecnologias como a realidade aumentada podem ajudar

Já presente no dia a dia de muitos internautas por meio de games e filtros nas redes sociais, a tecnologia imersiva de realidade aumentada (AR) salta do entretenimento e deve ganhar ainda mais espaço no mundo dos negócios, principalmente envolvendo ações de marketing e varejo, por ser agora disponibilizada diretamente nos navegadores dos smartphones, sem a necessidade de instalar nenhum aplicativo. Para as marcas esportivas que querem vender por meio de engajamento e customer experience, por exemplo, é possível utilizar o AR para visualizar produtos de forma super realista, permitindo que os consumidores tenham muito mais certeza do produto que está adquirindo.

“Por meio da Inteligência Artificial os clientes podem tirar medidas, como a dos pés por exemplo, e através da  Realidade Aumentada visualizar aquele novo modelo de tênis de corrida vestido em seu próprio pé", explica Marcos Trinca, Partner e Head da More Than Real, empresa brasileira referência global no desenvolvimento de experiências e soluções de realidade aumentada.

Top stories in your inbox!