You've successfully subscribed to Polinize
Great! Next, complete checkout for full access to Polinize
Welcome back! You've successfully signed in
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.

Gartner alerta que a área de infraestrutura e operações pode promover a mudança digital das empresas

Analistas do Gartner oferecem dicas de como os líderes de TI podem acelerar a transformação digital dos negócios

A área de Infraestrutura e Operações da era digital está à beira de grandes mudanças. Da ‘morte’ do Data Center tradicional até a revolução da Inteligência Artificial (IA), toda nova onda digital tem um impacto profundo na maneira como a infraestrutura opera. E, como a área evolui rapidamente de uma função de suporte para uma mais estratégica, as equipes de TI começarão a ser vistas como facilitadoras da transformação de negócios e não apenas como prestadoras de serviços.

O Gartner, Inc., líder mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas, afirma que os líderes de Infraestrutura e Operações devem reorientar suas prioridades para atender às novas expectativas digitais de suas empresas, evitando assim a perda de recursos e relevância dentro da organização.

"Para se manterem relevantes nas empresas de hoje, as equipes precisam se tornar mais ágeis e com serviços centrados no cliente", diz Chirag Dekate, Analista Sênior do Gartner. “As organizações com melhor desempenho estão repensando suas estruturas, métricas e conjuntos de habilidades para se alinharem mais estreitamente a todas as partes dos negócios, à medida que a adoção digital cresce”.

Para melhorar a eficiência, aumentar a produtividade e permitir a transformação digital dos negócios, os líderes de infraestrutura e operações de TI devem adaptar suas organizações para mudanças conforme as prioridades dos Chief Information Officers (CIOs) se transformam.

O Gartner apresentará durante na Conferência Gartner Infraestrutura de TI, Operações & Estratégias de Cloudtrês maneiras de fazer isso:

1)                 Abrace novas tecnologias e promova a agilidade – No CIO Survey 2019, promovido pelo Gartner, líderes de TI relataram que, entre suas principais prioridades, estão as iniciativas digitais, o crescimento de receita e a excelência operacional. As áreas tradicionais de infraestrutura e operações de TI, como modernização do legado de sistemas e ERP, estavam muito mais abaixo na lista. Por conta disso, os executivos de TI devem reorientar suas prioridades para atender às novas expectativas da liderança de TI, a fim de evitar a perda de recursos e relevância dentro da organização. A adoção de novas tecnologias e processos que nutrem os negócios digitais pode demonstrar o compromisso da infraestrutura com os esforços de transformação. Isso inclui tecnologias como Nuvem, Inteligência Artificial (IA), automação, Internet das Coisas (IoT) e Edge Computing.

Os líderes de infraestrutura e operações de TI também podem garantir que suas equipes estejam preparadas para ingressar em iniciativas digitais com um aumento em sua agilidade. Simplificando processos e adotando a automação inteligente para tarefas repetitivas de pouca importância, resultando em mais tempo para tarefas de cunho estratégico.

2)                 Acelere o ritmo dos negócios - Os principais executivos de TI de 94% das organizações que estão revisando seus modelos de negócios relatam que a tecnologia é o principal facilitador de mudanças. Na era atual de transformação digital, isso significa que as equipes técnicas têm a oportunidade de impactar diretamente os resultados de uma empresa. No entanto, essas mudanças acontecem rapidamente, o que força as equipes de infraestrutura e operações de TI a acelerarem suas operações para serem eficazes no suporte à transformação digital. Os líderes devem remodelar suas organizações para fornecer soluções na qualidade e frequência exigidas, e não somente quando conseguirem entregá-las. Muitas vezes, isso significa um modelo operacional mais centrado no produto. Pensando além da segmentação tradicional, como armazenamento, rede ou Nuvem, e implantando recursos com base na demanda, logo, priorizando tarefas que tenham um impacto significativo nos negócios e iniciativas dos executivos de TI.

3)                 Habilite as equipes para a produção digital - O fornecimento de iniciativas digitais bem-sucedidas requer novas habilidades. À medida que as organizações adotam a transformação digital, equipes com qualificação são necessárias. Seja contratando novos talentos ou treinando e reestruturando aqueles já existentes, o foco nessas pessoas permitirá que a infraestrutura e operações de TI cultive a produtividade digital. Novos indicadores de desempenho (KPIs), focados nos valores do cliente e da empresa, também ajudarão as áreas de apoio a apoiarem iniciativas digitais. Medidores de performance incentivam a execução orientada de resultados ajudarão a garantir que as atividades estejam alinhadas às expectativas dos CIOs e de outros times dentro da empresa.

Pesquisas adicionais sobre o tema serão apresentadas durante a Conferência Gartner Infraestrutura de TI, Operações & Estratégias de Cloud, que acontece nos dias 14 e 15 de abril, em São Paulo. No evento, analistas brasileiros e internacionais vão apresentar conexões vitais entre tecnologias, gestão e cultura com um foco especial na liderança de cada função de Infraestrutura e Operações. Participantes poderão interagir com mais de 1.000 profissionais, visionários e líderes de TI.

Interessados devem contatar o Gartner pelo e-mail conferencias.brasil@gartner.com, pelos telefones (11) 5632-5968 e 0800 006 3028, ou pelo site https://www.gartner.com/pt-br/conferences/la/infrastructure-operations-cloud-brazil.