You've successfully subscribed to Polinize
Great! Next, complete checkout for full access to Polinize
Welcome back! You've successfully signed in
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.

Gartner alerta que líderes de I&O devem ampliar busca por estratégias de inovação tecnológica para o futuro de suas organizações

Analistas irão explorar as principais tendências da indústria na Conferência Gartner Infraestrutura de TI, Operações & Estratégias de Cloud, nos dias 14 e 15 de abril, em São Paulo

O Gartner, Inc., líder mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas, alerta que os líderes de Infraestrutura & Operações (I&O) devem acelerar suas iniciativas em busca de inovação tecnológica para suportar as demandas apresentadas pela ascensão de novas ferramentas e soluções de infraestrutura digital.

Isso porque, até 2025, 60% dos líderes de I&O irão adotar tecnologias disruptivas para impulsionar a inovação de seus negócios – em 2019, apenas 5% das companhias utilizavam soluções consideradas inovadoras para o setor. Para apoiar esse movimento, os analistas do Gartner avaliam que os líderes devem focar seus esforços em uma estratégia de Infrastructure Led-Disruption (ILD – ou Processos de Criação de Infraestruturas Disruptivas, em português) para permitir a real disrupção positiva da área de Infraestrutura e Operações de TI rumo ao futuro.

Segundo o Gartner, Infrastructure Led-Disruption é a adoção de estratégias voltadas à otimização das operações e negócios por meio da inovação contínua das tecnologias, processos, pessoas e habilidades aplicadas no cenário de I&O. Em outras palavras, trata-se da aplicação de uma política de inovação recorrente, com ações dedicadas a impulsionar a transformação das ferramentas e serviços de I&O nas empresas.

Como resultado, a aplicação do ILD permitirá que os líderes de I&O sejam mais proativos e conhecidos pela inovação do modelo de negócios das empresas, e não somente pela infraestrutura que gerenciam. O ILD é uma oportunidade para os líderes de I&O mostrarem os recursos de sua organização para ajudar os líderes de negócios a terem sucesso no fornecimento de produtos inovadores. Para fazer isso, os líderes de I&O precisam aproveitar as tecnologias disruptivas, como Nuvem e Inteligência Artificial, e criar uma força de trabalho qualificada para ampliar a resiliência e a adaptabilidade organizacional sistêmica da operação. Os gestores também precisam usar o DevOps e outras abordagens ágeis para transformar seus processos para um modelo operacional orientado a produtos, que mostre impacto direto nos negócios por meio da inovação.

Além disso, o ILD possibilita que as organizações do setor privado e público ajustem seus processos, endereçando respostas práticas para temas como redução de custos e melhoria de performance. Não por acaso, 64% dos executivos já consideram que a tecnologia atual está atrapalhando os modelos de negócios existentes, indicando que as ferramentas digitais precisam se adequar às demandas atuais.

Isso significa, portanto, que os líderes de I&O devem ser progressivos, ousados e assertivos no uso das estratégias de ILD. Eles devem concentrar suas iniciativas na geração de valor à empresa, e não apenas responder ou reagir aos requisitos comerciais. Mais importante, eles devem construir alianças com os executivos e líderes de negócios, gerentes de produtos e outras partes interessadas importantes para impulsionar o posicionamento de suas organizações no mercado.

Com as demandas de negócios exigindo respostas cada vez mais ágeis e baseadas na inovação contínua, os líderes de I&O precisam decidir qual papel desempenharão nessa transformação e o uso do Infrastructure Led-Disruption pode ser um caminho prático para a valorização desse setor. Com o ILD, os líderes podem estar na vanguarda da construção de uma infraestrutura orientada à disrupção, ao invés de apenas contentar-se em serem guardiões da infraestrutura herdada. Na Pesquisa de Líderes Executivos de I&O de 2019 do Gartner, por exemplo, os entrevistados indicaram que suas três principais metas de I&O são melhorar a maturidade de suas companhias (45%), melhorar a qualidade dos serviços (44%) e aumentar a agilidade das operações (38%).

Pesquisas adicionais sobre o tema serão apresentadas durante a Conferência Gartner Infraestrutura de TI, Operações & Estratégias de Cloud, que acontece nos dias 14 e 15 de abril, em São Paulo. No evento, analistas brasileiros e internacionais vão apresentar conexões vitais entre tecnologias, gestão e cultura com um foco especial na liderança de cada função de Infraestrutura e Operações (I&O). Participantes poderão interagir com mais de 1.000 profissionais, visionários e líderes de TI.

Até 13 de março, as inscrições para a Conferência Gartner Infraestrutura de TI, Operações & Estratégias de Cloud estão com desconto de R$ 575,00. Há preços diferenciados para profissionais do setor público e descontos para grupos. Interessados devem contatar o Gartner pelo e-mail conferencias.brasil@gartner.com, pelos telefones (11) 5632-5968 e 0800 006 3028, ou pelo site www.gartner.com/pt-br/conferences/la/infrastructure-operations-cloud-brazil.

Top stories in your inbox!