You've successfully subscribed to Polinize
Great! Next, complete checkout for full access to Polinize
Welcome back! You've successfully signed in
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.
Gartner alerta que mais da metade do tempo gasto em processos de planejamento é desperdiçado pelas empresas

Gartner alerta que mais da metade do tempo gasto em processos de planejamento é desperdiçado pelas empresas

Analistas explorarão o tema e os desafios da Transformação Digital durante o Gartner IT Symposium/Xpo 2019™, em São Paulo

O Gartner, Inc., líder mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas, alerta que 56% do tempo gasto pelas empresas em processos de planejamento estratégico é desperdiçado com análises e ações que não ajudarão a impulsionar ou preparar as companhias para o futuro. Isso acontece, principalmente, porque as preocupações dos líderes estão concentradas no cumprimento de metas de curto prazo, no medo do fracasso e nas exigências impostas pelas questões operacionais o cotidiano.

Segundo os analistas do Gartner, o sucesso das estratégias depende de uma abordagem mais prática e focada nos desafios de longo prazo. Por isso, os líderes executivos devem trabalhar para identificar e priorizar iniciativas que darão suporte e orientar suas operações, consolidando estratégias dirigidas à inovação, crescimento e competitividade. Este será um dos temas em destaque durante o Gartner IT Symposium/Xpo 2019™, principal evento do Gartner no Brasil e que acontecerá de 28 a 31 de outubro.

“Hoje em dia, com a ascensão de novos conceitos trazidos pela Transformação Digital, as empresas estão diante de oportunidades que apresentam maiores riscos e que, geralmente, envolvem grandes mudanças em seus modelos de negócios. Esse cenário cria um ambiente complexo, que exige o desenvolvimento de estratégias mais coordenadas e que envolvam toda a empresa”, afirma Claudio Neiva, Chairman do Symposium e vice-presidente de pesquisas do Gartner.

Para tornar os processos de planejamento estratégico ainda mais eficientes, os líderes são aconselhados a investir na criação de um roteiro coerente, com ações que permitam atender pontos como redução de custo, otimização de recursos, melhora operacional e, ainda, oferecer opções específicas para as demandas e características de cada departamento ou área de atuação da companhia. Alguns dos pontos em destaque são:

1. Incentivar a análise voltada à otimização de custos - À medida que as organizações desenvolvem seus planos estratégicos, é importante que os executivos e gestores estejam preparados para cortar custos desnecessários e, além disso, para encontrar formas práticas de otimizar os gastos e a utilização de recursos. Incluir essa abordagem estratégica ao gerenciamento dos planos protege as principais fontes de valor comercial, em todos os momentos. Para uma abordagem estratégica bem-sucedida, as lideranças devem contar uma compreensão clara dos custos, riscos, tempo e benefícios trazidos de cada projeto.

2. Desenvolver um plano de ações coerente e adaptável – Conforme a estratégia empresarial evolui, os líderes são desafiados a redefinir prioridades, gerenciar decisões de trade-off e minimizar os custos de mudança. Ao mesmo tempo, eles precisam continuar seus trabalhos para identificar e se comprometer com novas oportunidades de crescimento. Para equacionar todas essas demandas, os executivos são aconselhados a criar um plano claro e organizado, detalhando cada etapa a ser cumprida. Ao terminar ou iniciar uma nova etapa, os líderes devem checar se suas equipes têm os recursos e verbas necessários para dar suporte à execução estratégica da empresa, aproveitando os pontos fortes de suas operações.

3. Definir o passo a passo de sua estratégia e disseminar o conteúdo com a equipe – O início de um novo plano deve começar pela identificação do atual estágio funcional da organização e da definição dos objetivos que ela espera alcançar. Na sequência, então, é a vez de propor como a operação agirá para atingir essas metas e alcançar o sucesso. Após a análise de todo esse roteiro estratégico, os gestores devem comunicar seus planos e mostrar o que é esperado para cada equipe, destacando como os departamentos deverão ajudar a agregar valor à organização. Os analistas do Gartner avaliam, ainda, que é importante demonstrar como as ações a serem implementadas impactarão os negócios da companhia como um todo ao longo dos próximos anos. Junto dessa comunicação, os líderes devem propor, também, um modelo de avaliação que permita identificar o desempenho de cada equipe, mostrando como essa performance será medida, quantificada e reportada em relação aos objetivos de negócios.

Para discutir o tema em profundidade, os analistas do Gartner apresentarão pesquisas e novidades durante o Gartner IT Symposium/Xpo 2019™, principal evento do Gartner no Brasil, que acontecerá de 28 a 31 de outubro. Trata-se do mais importante encontro de CIOs e executivos de TI do mundo. Líderes da área confiam em eventos como esses para obter insights sobre como suas organizações podem usar TI para superar desafios de negócios e melhorar a eficiência operacional de suas empresas. Acompanhe novidades sobre os eventos no Twitter: #GartnerSYM.

As inscrições para o Gartner IT Symposium/Xpo 2019™ estão com desconto de R$ 700 até 20 de setembro. Há preços diferenciados para profissionais do setor público e descontos para grupos. Interessados podem entrar em contato com o Gartner pelos telefones (11) 5632-3109, 0800-774 1440, pelo e-mail: conferencias.brasil@gartner.com ou site: www.gartner.com/br/symposium.

Top stories in your inbox!