Gartner prevê que receita mundial de serviços em Nuvem Pública crescerá 17% em 2020

14 days ago

Pesquisa indica que vendas no modelo de Infraestrutura como Serviço (IaaS) terá o maior crescimento em 2020, devido à consolidação do mercado de Data Center em Nuvem

O Gartner, Inc., líder mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas, prevê que o mercado mundial de serviços de Nuvem Pública crescerá 17% em 2020, totalizando US$ 266,4 bilhões, contra US$ 227,8 bilhões em 2019.

"Nesse momento, a adoção de serviços em Nuvem é algo predominante", diz Sid Nag, Vice-Presidente de Pesquisa do Gartner. “As expectativas dos resultados associados aos investimentos em Nuvem também são mais altas. A adoção de soluções de próxima geração quase sempre se refere a soluções ‘aprimoradas em Nuvem’, o que significa que elas se baseiam nos pontos fortes de uma plataforma Cloud para oferecer recursos de negócios digitais".

A oferta de Software como Serviço (SaaS) continuará sendo o maior segmento de mercado, com previsão de faturamento de US$ 116 bilhões no próximo ano, devido à escalabilidade do software baseado em assinatura (consulte a Tabela 1). O segundo maior segmento de mercado refere-se aos serviços de Infraestrutura de Sistemas em Nuvem, ou Infraestrutura como Serviço (IaaS), que chegará a US$ 50 bilhões em 2020. O Gartner prevê, ainda, que a oferta de IaaS crescerá 24% ano a ano, o que representa a maior taxa de crescimento em todos os segmentos de mercado. Essa alta é atribuída às demandas de aplicações e cargas de trabalho modernas, que exigem uma infraestrutura que os Data Centers tradicionais já não podem mais atender.

Várias formas de Computação em Nuvem estão entre as três principais áreas em que a maioria dos Chief Information Officers (CIOs) globais aumentará seus investimentosno próximo ano, de acordo com o Gartner. À medida que as organizações aumentam sua dependência das tecnologias em Nuvem, mais as equipes de TI estão correndo para adotar aplicações já criadas no modelo nativo de Cloud e realocar seus ativos digitais existentes. "Construir, implementar e amadurecer estratégias de Nuvem continuará sendo a principal prioridade nos próximos anos", afirma Nag.

“O cenário de serviços gerenciados em Nuvem está se tornando cada vez mais sofisticado e competitivo. De fato, até 2022, mais de 60% das organizações usarão uma oferta de serviços de Cloud gerenciada por um provedor de serviços externo, o que representa o dobro da porcentagem de organizações que adotavam este formato até o ano de 2018", explica o analista. “Recursos nativos de Nuvem, serviços de gestão de aplicações, operações Multicloud e infraestruturas Híbridas compreendem um ecossistema de Nuvem diversificado que será um importante diferencial para os gerentes de produtos de tecnologia. A demanda por resultados estratégicos obtidos por meio de serviços em Nuvem sinaliza uma mudança organizacional em direção aos resultados de negócios digitais”.

Carol Tiago

Published 14 days ago