Hisnëk entra na área de bem estar corporativo e cria um robô para ajudar na qualidade de vida do funcionário

2 months ago

O funcionário é a base de toda a empresa; sem ele nada funciona. Hoje, para serem notados, negócios das mais variadas áreas de atuação devem se atentar à forma como engajam equipes e clientes e impactam a sociedade. Por isso, cada vez mais corporações dão importância para o empregado, sua qualidade de vida, saúde, motivação.

De acordo com estudo conduzido por Jeffey Pfeffer, da Escola de Pós-Graduação em Negócios da Universidade de Stanford, e publicado em seu livro Dying for a Paycheck (Morrendo pelo Salário), as empresas estadunidenses gastam cerca de U$ 300 bilhões por ano com as despesas causados por problemas de saúde de seus funcionários. Além disso, a qualidade de vida é cada vez mais importante para atrair e conservar colaboradores, construir uma reputação consolidada e conquistar a lealdade dos clientes, segundo o estudo Tendências Globais de Capital Humano 2018, realizado com mais de 11 mil líderes de negócios e Recursos Humanos de 124 países.

A crescente demanda fez Carol Dassie, fundadora e CEO da Hisnëk, direcionar sua empresa para essa área. A startup de health & wellness atua em três pilares centrais: nutrição e alimentação para prevenir e controlar doenças crônicas; saúde mental, focado na prevenção da síndrome de burnout; e saúde física, criando sugestões de treinos acessíveis e garantindo orientação profissional individual.

“O objetivo é ajudar o funcionário a estar mais motivado, ser mais produtivo e ficar mais feliz no ambiente de trabalho”, destaca Carol Dassie.

Desde o início dessa empreitada, a startup vem inovando e adaptando seu modelo de negócio. Este ano, por exemplo, lançou um robô chamado IVI, que, por meio de um sistema de vídeo bot, conversa com os funcionários e entende o comportamento deles. Com isso, cria-se um relatório mensal que analisa se as ações de bem-estar promovidas pela Hisnëk  foram eficazes. A inteligência artificial também é capaz de oferecer conteúdos específicos para as necessidades de cada colaborador com especial foco a Síndrome de Burnout, esgotamento profissional, que acomete 30% dos trabalhadores brasileiros, de acordo com pesquisa realizada pela International Stress Management Association (Isma).

Gigantes como Nokia, Dasa, Alelo, Pirelli e Love Mondays já oferecem o benefício para cerca de 80 mil vidas pelo Brasil inteiro. “A inteligência artificial está automatizando diversos processos e, em pouco tempo, restarão apenas serviços mais criativos que demandam pessoas qualificadas. Esse é um dos motivos porque é tão importante cooptar e, especialmente, manter bons funcionários. E a Hisnëk pode ajudar as empresas com isso”, enfatiza a CEO da Hisnëk, que está sediada no CUBO, espaço de empreendedorismo mantido pelo Itaú e pelo fundo Redpoint eVentures.

Redação

Published 2 months ago