IHM Stefanini lança solução de rastreabilidade em tempo real

17 days ago

Por: Vera Aranha

 

Imagina um grande Centro de Distribuição (CD), com milhares de itens armazenados, e um operador logístico com a missão de localizar, em minutos, um produto com características específicas? Como realizar, de forma eficaz, a gestão de estoque de uma área com tamanha dimensão? Não é uma tarefa fácil. Porém, com o auxílio de ferramentas adequadas, com software e hardware de precisão, é possível resolver essas demandas e gerar valor agregado para outras tantas atividades dentro de um CD.

Foi a partir dessa necessidade de negócio que a IHM Stefanini, empresa do Grupo Stefanini especializada no segmento industrial, estudou e desenvolveu uma solução customizável de rastreabilidade de ativos em tempo real. A companhia apresenta Locus,uma ferramenta de microlocalização de ativos, que permite a identificação e o rastreamento de equipamentos e produtos, em ambientes indoor, de forma automática e em tempo real, e que oferece alta precisão (com desvio inferior a 50 centímetros) e alta escalabilidade.

O sistema Locus é baseado na aplicação da tecnologia de radiofrequência Ultrawide Band (UWB) para a localização de ativos. O funcionamento do sistema requer a instalação de dispositivos eletrônicos (tags) nos ativos a serem rastreados, além da instalação de dispositivos fixos (âncoras) em pontos estratégicos dos espaços físicos de interesse, tais como armazéns e galpões. Enquanto os ativos rastreados se deslocam pela área de cobertura, o sistema determina a posição instantânea de cada um, a partir das mensagens trocadas entre os dispositivos UWB. Os dados gerados pelo sistema são exibidos em tempo real e armazenados para posterior análise.

“Oferecemos uma solução flexível aos processos industriais e logísticos já existentes, com a vantagem de termos baixos níveis de interferência na cadeia produtiva, com uma infraestrutura simples e uso de hardware de baixo custo”, destaca José Luiz Moreira, CEO da IHM Stefanini.

Para validar a eficácia da ferramenta, a IHM Stefanini já realizou provas de conceito em grandes players do mercado automobilístico e siderúrgico.

O sistema Locus pode endereçar as principais dores comuns às operações de armazenagem como, por exemplo, inventário incorreto e desatualizado, tempo elevado de picking (localização e coleta de determinado item em armazém), movimentações não registradas e falhas ou atrasos na execução de ordens. Neste caso, com a aplicação da ferramenta, o inventário pode ser atualizado em tempo real, com rastreamento das movimentações e apresentação da última posição dos ativos em um modelo digital dos armazéns. Já questões relacionadas a layout e rotas inadequadas em armazéns ou ainda utilização ineficiente de equipamentos de transporte (empilhadeiras, rebocadores, entre outros), também podem ser tratadas com visualização gráfica e análise de dados instantâneos e históricos de rotas percorridas pelos equipamentos de transporte, fornecidas pelo Locus.

Entre os mercados-alvo que podem ser atendidos pelo Locus estão o Industrial (siderurgia, papel e celulose, automotiva, entre outros) e o Varejo (centros de distribuição e operadores logísticos), que possuam operações de armazenagem indoor, com uso de empilhadeiras e pontes rolantes, além de outros segmentos desta natureza.

A IHM atende a setores da indústria consolidados no Brasil, caracterizados pelo acompanhamento tecnológico das tendências mundiais. Com isso, a companhia tem adotado novas formas de governança e metodologias de trabalho que possam atender às demandas do mercado.

Comments?