Ironhack São Paulo terá primeira turma para formação de analista de dados

a year ago

Com profissão em alta no mercado de trabalho e salários de até R$ 12.500, escola de tecnologia abre inscrições para curso voltado à área; Aulas começam em março de 2019

SÃO PAULO - Atualmente uma das profissões com maior número de oportunidades no mercado de trabalho na área de tecnologia é o de analista de dados. Responsável por coletar, compilar, analisar e interpretar os dados para promover o desenvolvimento sustentável dos negócios, esse profissional precisa aliar sólidas habilidades em programação e estatística com a visão analítica para atuar no setor. Segundo relatório da consultoria Robert Half, neste ano a remuneração do cargo variou entre R$ 5,5 mil e R$ 12,5 mil. Em 2019, as perspectivas de mercado devem se manter favoráveis para a área, segundo a empresa.

Aproveitando esse cenário, a Ironhack - escola global especializada no ensino de tecnologia e programação com presença em oito países - anuncia a abertura das inscrições da primeira turma do curso de Data Analytics, na unidade de São Paulo. Com início programado em março de 2019, as aulas ocorrem sempre às terças e quintas (noturno), além dos sábados (diurno), ao longo de 24 semanas.

Pedro Falkenbach, growth manager da Ironhack no Brasil, informa que o curso é indicado tanto para os profissionais que almejam uma qualificação profissional como estudantes e recém-formados com a intenção de ingressar na indústria de análise de dados. “O curso também é altamente recomendado para empreendedores que desejam se aprofundar nas mais novas tecnologias e práticas do setor e aproveitar o conhecimento para aplicar em suas empresas”, complementa.

Com carga horária de 360 horas, o bootcamp é dividido em três módulos. No primeiro, o aluno aprenderá a filtrar dados, construir APIs, web scraping e as linguagens Git, MySQL e Python. No módulo seguinte, o foco será a condução de análises com Panda, utilização de dados para fins exploratórios e storytelling, além de estatísticas de inferência com uso de Python e Business Intelligence. Na última parte do curso, o estudante conhecerá os fundamentos de Machine Learning por meio do software Scikit-Learn para construir, avaliar e lançar modelos. Também terá noções básicas de algoritmos e construção de pipelines de machine learning.

Para cumprir a missão de oferecer cursos acessíveis para todas as idades e níveis de conhecimento, ao se inscrever no programa, o aluno terá acesso a uma plataforma on-line com mais de 60 horas de conteúdo sobre os fundamentos básicos de Data Analytics. A ação visa familiarizar e nivelar os conhecimentos da classe antes do início do curso, além de facilitar a progressão do grupo.

Assim como nos demais bootcamps da Ironhack, o estudante contará com auxílio para se inserir no mercado de trabalho. No final do curso, a escola organiza a Hiring Week, semana de contratação onde os recrutadores de diversas empresas, em busca de analistas de dados, poderão conhecer e entrevistar os alunos recém formados. Vale ressaltar que não há custo e compromisso para nenhuma das partes.

Detalhes adicionais podem ser consultados diretamente no link: http://www.ironhack.com/pt/cursos/data-analytics-part-time

Demais cursos

Além da turma de Data Analytics, a Ironhack está com inscrições abertas para o curso de Desenvolvimento Web, que visa formar principalmente desenvolvedores full-stack. A turma do período integral, com duração de 9 semanas e aulas de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, começa a partir de 7 de janeiro. Já em 21 de janeiro, ocorre o início das atividades do curso part time (24 semanas).

A escola também disponibiliza turmas para formação de UI/UX Design, focado na experiência do usuário. O curso em período integral inicia no dia 18 de fevereiro. Já a aula inaugural do curso part time está prevista para o dia 11 de março.

Sobre a Ironhack

Fundada em 2013 por Ariel Quiñones e Gonzalo Manrique, a Ironhack é uma escola de tecnologia com unidades em Madri, Barcelona, Berlim, Paris, Miami, Cidade do México, Amsterdã, Lisboa e São Paulo, voltada para o treinamento de alunos para empregos digitais. A Ironhack já treinou mais de 2 mil estudantes de 70 nacionalidades diferentes em apenas cinco anos e foi reconhecida como uma das três melhores escolas do mundo pelo coursereport.com e switchup.org. Com um modelo que tem garantido a empregabilidade de 85% de seus estudantes em até três meses ao treinamento, sua missão é permitir que qualquer um seja protagonista da revolução digital. Mais informações pelo site: www.ironhack.com.

Raphael Bueno

Published a year ago