You've successfully subscribed to Polinize
Great! Next, complete checkout for full access to Polinize
Welcome back! You've successfully signed in
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.
Wafer Messenger permite ficar "invisível"

Wafer Messenger permite ficar "invisível"

Quantas vezes um usuário de aplicativo de mensagens já quis ter o direito de remover o status “on-line” do seu perfil para não deixar que um contato saiba que ele está com o app aberto? A nova função “me deixe invisível”, de Wafer Messenger, torna isso possível, retirando a pressão de responder rápido apenas porque está on-line.

A versão mais nova do app, já disponível na AppStore e na Google Play, dá ao usuário ainda mais poder além da possibilidade de ocultar o status “on-line”. O novo recurso "bloquear" impede que o contato que você selecionou ligue ou envie mensagens para você, e tudo isso sem a pessoa saber que foi bloqueada.

Os recursos estão disponíveis diretamente no perfil de qualquer contato, estejam eles no Wafer Messenger ou não. Isso porque o aplicativo oferece a possibilidade de enviar mensagens para todos os contatos da agenda. Se o destinatário não tem Wafer baixado, o app criará um link seguro para ser enviado por SMS, e-mail ou qualquer outro aplicativo de conversas. Assim que a pessoa contatada clicar no link, ambos podem conversar.

De acordo com o cofundador e CEO do Wafer Messenger, Simone La Torre, o foco por trás das novas funções é empoderar quem utiliza o app. “Queremos que os usuários se divirtam com seus amigos dentro de suas próprias regras, ficando a seu cargo não aparecer on-line ou até bloquear determinado contato no momento que desejar”, afirma.

“A função ‘me deixe invisível’ permite driblar atenção indesejada e inconvenientes embaraçosos. Já ao bloquear um contato, a pessoa não tem como ficar sabendo, diferente de outros aplicativos, o que pode causar desconfortos e situações desagradáveis”, explica.

Lançado em fevereiro no Brasil, o aplicativo de mensagens Wafer Messenger ultrapassou a marca de 300 mil downloads em dispositivos móveis em seu primeiro semestre de operação no País. O aplicativo opera em conformidade com o GDPR, o Regulamento Geral de Proteção de Dados, da União Europeia, em vigor desde maio, e com sua versão brasileira, a LGDP, a Lei Geral de Proteção de Dados, sancionada em agosto.

Top stories in your inbox!