polinize, state of tech.

#beenews


Agrotech Autotech Co-working E-commerce Edtech Energia Eventos Foodtech Games Healthtech Lawtech Mediatech Serviços

Kavod liga investidores a empresas em busca de financiamento

Para quem quer investir, uma modalidade que oferece retorno mais alto que bancos e corretoras comuns. Para pequenos e médios empresários, financiamentos com taxas, prazo e garantias mais atrativas que os tradicionais. A Kavod trouxe para o Brasil uma modalidade que une essas duas pontas.

A startup atua facilitando o acesso ao crédito por parte de pessoas jurídicas e abrindo mais o leque de possibilidades de investimentos para quem tem dinheiro para aplicar, numa modalidade de empréstimo conhecida como peer-to-peer.

“Nosso mote é: ‘tornar mais justas as operações de financiamento e investimento no mercado brasileiro’. Hoje é cobrado muito caro do empreendedor para tomar empréstimos, e o retorno para quem investe é muito baixo. Trabalhamos para dar retorno mais alto pro investidor e cobrar taxas mais baixas do empresário que precisa de crédito”, explica Renato Douek, co-fundador e diretor de marketing da Startup.

Funciona assim: o pequeno ou médio empreendedor procura a Kavod e faz a solicitação de empréstimo. Depois da análise de crédito, a empresa abre uma campanha de financiamento coletivo para o caso específico. Os investidores cadastrados no site verificam a proposta e decidem se e quanto vão investir. Quando a captação chega a 100% do valor pretendido, o empréstimo é formalizado. À medida que o empréstimo vai sendo quitado, os investidores recebem o retorno, geralmente maior que o dos investimentos tradicionais.

“É uma modalidade de investimento nova no Brasil, mas que já movimenta bilhões na Europa e nos Estados Unidos. Um banco grande oferece entre 80% e 90% de retorno em relação ao CDI. Em uma de nossas últimas operações, a rentabilidade foi de 181% líquidos, já descontados todos os impostos”, destaca Douek.

Os planos são ambiciosos. A empresa começou a operar em agosto de 2017, e fechou o ano com R$ 1 milhão em operações concretizadas. Para 2018, a expectativa é chegar aos R$ 30 milhões. Hoje o valor mínimo para investimento é de R$ 10 mil. O objetivo é baixar o tíquete mínimo para R$ 1 mil ainda no primeiro semestre do ano.

Garantias

A ausência da intermediação de bancos permite retorno mais alto para os investidores e taxas mais baixas para quem toma o empréstimo. A empresa promete retornos entre 150% e 230% do CDI, e custos de financiamento a partir de 1,1% ao mês. Para dar segurança a quem está investindo, a Kavod só atende empresas com alto nível de maturação: com faturamento anual mínimo de R$ 6 milhões e pelo menos 36 meses no mercado.



comments powered by Disqus

Receba notícias no seu email!



Copyright © 2018 - polinize, state of tech.
W3C optimized - CC License.