O ritmo de crescimento do mercado português de startups é duas vezes e meia superior ao da média europeia, segundo a empresa Startup Europe Partnership.

Lisboa está se tornando um centro de mão de obra qualificada em tech que junto com uma economia em crescimento e apoio governamental, como por exemplo, um fundo de € 200 milhões para estimular o investimento estrangeiro em startups portuguesas, torna a capital portuguesa um centro próspero para startups.

O posicionamento de Portugal como uma marca de inovação está evoluindo, destacando benefícios como infraestrutura de alta qualidade, acessibilidade geográfica a diversos mercados, custos competitivos e qualidade de vida.

Portugal batalha, agora, para firmar Lisboa como a principal opção de startups que querem se estabelecer na Europa – superando as descoladas Berlim, Londres e Paris.