Matemática no RH: quantos candidatos você precisa para atrair e preencher uma vaga?

4 months ago

A empresa que nunca entrou em desespero na hora de preencher uma (ou algumas) vagas, que atire a primeira pedra! Os gestores de recursos humanos sabem a dor e desafios na hora de desenvolver um novo processo seletivo que seja, ao mesmo tempo prático e interessante para os candidatos.

O primeiro para solucionar este problema é sair um pouco da zona de conforto e pensar em números, ou seja, matemática.  Mas calma, não é nada fora do normal!

Isso porque, além de criar um processo seletivo bacana e visualmente bonito, suas iniciativas de recrutamento e seleção precisam entregar resultados para empresa. Portanto, o primeiro ponto é deixar de lado esse preconceito com a matemática  (ou métricas, no caso) e passar a enxergá-la como uma aliada no dia a dia de quem deseja fazer uma gestão eficiente.

Para ajudar nessa missão, a Matchbox Brasil, hr tech de talent acquisiton, fez uma correlação com uma área ‘nada a ver’: eventos! Quando você vai criar um evento, você SEMPRE precisa levar em consideração quantas pessoas deseja que estejam presentes (ou seja, quantos candidatos quer contratar) e as possíveis ‘quebras’ até lá. A partir daí, abra um Excel e comece a fazer as contas:

Você deve trabalhar com estimativas, margens de erros e “quebras” no número de inscritos. Se já tiver conduzido um processo seletivo, pode usar seus próprios números como base. De nada adianta dizer que precisa contratar 10 novas pessoas para compor sua equipe e ter apenas 15  inscritos lá no início do processo de atração.

A Matchbox até criou uma planilha no Excel que ajuda você a fazer esse cálculo sem muito esforço. Para ter acesso pode clicar nesse link. Agora, deixe de lado seu medo de números e comece a montar processos que te tragam resultados.

Renniê Paro

Published 4 months ago