"Me emocionei narrando 'Longe De Casa'", conta atriz Klara Castanho

Narrar um audiobook é muito mais do que ler uma história, exige emoção e interpretação

Uma história ganha uma atenção a mais quando bem contada, principalmente em tempos onde o Storytelling é a expressão da vez. Essa premissa vale também para os audiobooks. Ouvir um livro com um narrador que passa toda a emoção que a história está te contando é uma experiência que só quem ouve consegue explicar.

É justamente com essa preocupação, de ter histórias bem contadas, que as editoras parceiras da Auti Books, plataforma de venda de audiobooks, buscam narradores que façam um trabalho único. A atriz Klara Castanho está entre esses profissionais que se destacam pela emocionante narração.

A primeira experiência de Klara Castanho como narradora de audiobooks surgiu através da autora Thalita Rebouças, que pediu para que a atriz narrasse o livro “Confissões de uma Garota Excluída, Mal-Amada e (um pouco) Dramática”. De lá para cá, já foram três títulos narrados.

Klara conta que narrar um audiobook é muito enriquecedor, tanto para a carreira quanto para o vocabulário, já que cada obra tem suas particularidades. “Quando mais nova costumava fazer locuções. O audiolivro exige muito mais concentração e timing. Você está dando vida a um personagem que existe de diferentes formas na cabeça das pessoas. É importante entender o rumo da história e a personalidade de cada um dos personagens citados antes de fazer a narração”, comenta a atriz.

Com 11 anos de carreira e sete filmes e séries no currículo, além de narrar “Confissões de uma Garota Excluída, Mal-Amada e (um pouco) Dramática”, Klara Castanho também já narrou “Minha Vida de Menina”, de Helena Morley, e “Longe de Casa”, de Malala Yousafzai.

“‘Minha Vida de Menina’ tem uma linguagem antiga e bastante coloquial, o que deu muito trabalho para interpretar. Já 'Longe de Casa' retrata histórias verdadeiras e muito fortes. Me emocionei muito fazendo”, conta Klara.

Todos os títulos narrados por Klara Castanho, estão disponíveis na Auti Books. Conheça abaixo mais detalhes de cada obra:

Confissões de uma Garota Excluída, Mal-Amada e (um pouco) Dramática

Autora: Thalita Rebouças
Editora: Arqueiro
Narradora: Klara Castanho
Duração: 07:00:03
Sinopse: Tetê acaba de se mudar com a família toda para Copacabana, no Rio de Janeiro, para a casa dos avós. O lindo e espaçoso apartamento da Barra da Tijuca em que morava teve que ser vendido, pois com a crise o pai foi demitido, e o resultado é que a vida dela virou de cabeça para baixo. Além de perder a privacidade, tendo que dividir o espaço com cinco parentes malucos que brigam o tempo todo, ela perdeu todas as suas referências. A única coisa que a deixa feliz é cozinhar. E, claro, comer as delícias que faz. O lado bom foi se livrar do antigo colégio, no qual sofria bullying por causa de seu jeito peculiar. Sem contar sua desilusão amorosa... O problema é que ela está apavorada, porque agora tudo será novo e estranho, com o ensino médio, com a nova escola, e sem conhecer ninguém. E morre de medo de ser excluída ou de sofrer bullying novamente. Ela está bem mal, para dizer a verdade. Ou talvez seja um pouco de drama, porque já no primeiro dia as coisas parecem ser um pouco diferentes... Pelo jeito, tudo vai mudar, e para melhor.

Longe de Casa

Autora: Malala Yousafzai
Editora: Seguinte
Narradora: Klara Castanho
Duração: 03:33:46
Sinopse:  Neste livro, a mais jovem ganhadora do prêmio Nobel da paz conta sua história de migração e dá voz a garotas que estão entre os milhões de refugiados pelo mundo. Ao longo de sua jornada, a paquistanesa Malala Yousafzai visitou uma série de campos de refugiados, o que a levou a pensar sobre sua própria condição de migrante — primeiro dentro de seu país, ainda quando criança, e depois como ativista internacional, livre para viajar para qualquer canto do mundo, exceto sua terra natal. Em Longe de casa, que é ao mesmo tempo um livro de memórias e uma narrativa coletiva, Malala explora sua própria trajetória de vida e apresenta as histórias de nove garotas de várias partes do mundo, do Oriente Médio à América Latina, que tiveram que deixar para trás sua comunidade, seus parentes e o único lar que conheciam. Numa época de crises migratórias, guerras e disputas por fronteiras, Malala nos lembra que os 68,5 milhões de deslocados no mundo são mais do que uma estatística — cada um deles é uma pessoa com suas próprias vivências, sonhos e esperanças.

Minha Vida de Menina

Autora: Helena Morley
Editora: Companhia das Letras
Narradora: Klara Castanho
Duração: 10:43:53
Sinopse: O diário de uma menina esperta descortina um painel sobre as transformações que aconteceram no Brasil na passagem para o século XX. Uma prosa deliciosa e cativante. Aclamado por escritores como Carlos Drummond de Andrade e João Guimarães Rosa, Minha vida de menina é o diário de uma garota de província do final do século XIX. Publicado pela primeira vez em 1942, antecipa a voga das histórias do cotidiano e dos relatos confessionais de adolescentes ao traçar um retrato bem-humorado da vida em Diamantina entre 1893 e 1895. Da estagnação econômica ao surgimento de inúmeras modalidades de trabalho entre a escravidão e o regime salarial, Helena Morley compõe um painel multicolorido, desabusado e inconformista de um momento histórico singular no Brasil. De lambuja, o leitor é apresentado às inquietações de uma jovem espevitada às vésperas de um novo século.

Sing Comunicação

Published 15 days ago