You've successfully subscribed to Polinize
Great! Next, complete checkout for full access to Polinize
Welcome back! You've successfully signed in
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.
Mega Sistemas aumenta em 150% a geração de leads qualificados durante a pandemia

Mega Sistemas aumenta em 150% a geração de leads qualificados durante a pandemia

Ainda está enraizado no mercado a crença de que as empresas tradicionais não devem mudar o processo de vendas e, com isso, não podem inserir a prospecção digital no seu modelo de negócio. Outras afirmam que a sinergia entre as áreas de vendas, geração de demanda e marketing é um problema sem solução. Porém, as companhias que desafiam o status quo conseguem resultados expressivos. É o caso, por exemplo, da Mega Sistemas que há 30 anos desenvolve softwares de ERP com soluções diferenciadas para os segmentos da construção, indústria, facilities e agronegócio. Durante a pandemia, a organização conseguiu reduzir o ciclo médio de vendas para 45 dias, ante 180 dias no início de 2019.

A “virada” no negócio foi possível após a empresa ampliar o engajamento na utilização do Ramper, principal plataforma de prospecção digital do País. Parceria comercial da startup desde 2017, a Mega aumentou sensivelmente o uso da solução nos últimos 12 meses.

De acordo com Daniel Tonalezzi, gestor nacional de vendas da Mega Sistemas, o crescimento do engajamento com o Ramper também propiciou que a conversão de vendas tivesse um acréscimo de 225% durante o período de crise. “Entre março e agosto, também conseguimos um incremento de 149% no número de leads qualificados via outbound marketing comparado aos quatro meses anteriores”, afirma.

Com a impossibilidade de realizar reuniões presenciais, a companhia incorporou de vez o processo comercial de forma on-line. Dentro disso, a prospecção digital ajudou bastante. “Hoje o lead fica mais tempo no time de marketing e geração de demanda, e um menor período com a equipe de vendas, onde ocorre a negociação de fato. O vendedor já entra no processo com o lead aquecido, sem precisar fazer um grande período de relacionamento para concluir a transação”, informa Tonalezzi.

Ainda segundo o executivo, a adaptação do processo comercial para o mundo digital possibilitou que novos testes e aprimoramentos fossem analisados com maior frequência pelo time da Mega. “A maior agilidade deu a possibilidade da empresa bater as metas de vendas em três meses consecutivos, chegando em quase 150% da meta em uma das ocasiões”, afirma.

Raphael Gimenes, coordenador de geração de demanda da Mega Sistemas, argumenta que a plataforma de prospecção digital se tornou fundamental para agilizar o envio dos cold mails (e-mails iniciais da prospecção), trazendo maior produtividade para todo o processo comercial. “Atualmente 100% dos leads de outbound passam pelo Ramper. Isso dá escala e consigo diminuir meu cold call drasticamente”, explica.

Para o gerente de contas enterprise da Ramper, Diego Espíndola, a chave do sucesso do case ocorreu no momento em que a startup passou a lidar de uma maneira mais alinhada com os processos internos da Mega. “Com o acompanhamento diário, que é necessário em empresas de grande porte, conseguimos ajudá-los a melhorar a prospecção digital de uma forma geral e, consequentemente, alavancar seus resultados. Sem dúvida, auxiliá-los nesta tarefa tem sido uma experiência enriquecedora”, conclui.

Top stories in your inbox!