You've successfully subscribed to Polinize
Great! Next, complete checkout for full access to Polinize
Welcome back! You've successfully signed in
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.
Meio milhão de brasileiros desinstalaram o Badoo em 2019; Descubra o motivo

Meio milhão de brasileiros desinstalaram o Badoo em 2019; Descubra o motivo

O Badoo é, hoje, considerado o maior aplicativo de relacionamentos do mundo. Afinal, possui mais de 450 milhões de usuários em todo o globo. O Brasil, para a empresa, do grupo MagicLab, é o maior mercado de atuação com centenas de milhares de pessoas usando o aplicativo para conhecer pessoas todos os dias.

Mas, nesta reta final do ano de 2019, o Badoo revelou que 516.145 pessoas deletaram suas contas do aplicativo. Preocupante? Para Martha Agrícola, diretora de marketing da rede social, não. A executiva revela que essas pessoas saíram do Badoo porque conheceram alguém especial.

A rede de descoberta social chegou a esse número ao perguntar os motivos pelos quais o usuário está desinstalando o app ou excluindo sua conta. Meio milhão de brasileiros responderam "Encontrei alguém especial no Badoo".  

Em julho, o Badoo também havia revelado um crescimento de 13,5% em usuários ativos por dia no serviço que oferece uma plataforma simples e responsiva para se conhecer outras pessoas.

“Tive a oportunidade de conhecer alguns desses novos casais e fico feliz de saber que proporcionamos conexões sinceras para tantos. A meta para 2020 é aumentar ainda mais esse número implementando ferramentas que tornem esses encontros ainda mais relevantes”, comenta Martha Agricola.

Martha credita o sucesso do aplicativo no Brasil em 2019 principalmente por conta do reposicionamento da marca, somada à campanha "Conexões Sinceras", que pretende mudar a forma como as pessoas se relacionam entre si, promovendo honestidade nas relacões. Recentemente, inclusive, o Badoo esteve na CCXP e fez bastante sucesso no festival de cultura pop.

“Sabemos que a jornada dos encontros modernos nem sempre é fácil, e em muitos pontos pode chegar a ser frustrante. Queremos criar um mundo onde as pessoas se sintam livres para serem quem elas são e se relacionarem com quem quiserem, sem pressão e com muita empatia”, finaliza Martha.

Top stories in your inbox!