Mercado jurídico busca soluções de Inteligência Artificial em seus negócios

2 months ago

O uso de tecnologias computacionais na área jurídica tem se mostrado excelente para automatizar processos realizados em escritórios de advocacia e departamentos jurídicos. Esse fenômeno aumentou a demanda por sistemas inteligentes nos últimos anos. Assim, não só os profissionais do direito precisam se adequar à essa nova realidade, como as empresas de tecnologia devem disponibilizar sistemas adaptáveis para atender diferentes clientes e as suas mais diversas necessidades.

A Fácil é uma empresa especializada em soluções para a área jurídica e está há mais de 30 anos atenta aos movimentos desse mercado. Por isso, constantemente inova em seus produtos e serviços. O sistema Espaider, que automatiza rotinas diárias operacionais da área jurídica, auxilia na redução de custos e permite análises gerenciais, sendo um bom exemplo de inovação.

Arthur Hamann Pereira, diretor comercial da Fácil, explica que o setor está investindo em novas tecnologias, mas também “percebe-se uma consolidação da utilização de dados pelas organizações jurídicas, com soluções de captura de informações e jurimetria. Aliada à captura de informações, a inteligência artificial passa a ser importante para identificar tendências e auxiliar na automação dos processos”.

Em 2020, a Fácil planeja o lançamento do Espaider 7, contemplando uma interface nova, totalmente funcional e muito mais intuitiva. O sistema estará ainda mais completo, com um conjunto de novidades que farão toda a diferença para a área jurídica.

A Fácil também está investindo em Inteligência Artificial, robôs, novas parcerias e ampliando o seu portfólio de produtos e serviços.

“O advogado do futuro estará cada vez mais preocupado com a aplicação do direito em si e menos com a sua operação. Três características estão cada vez mais presentes no mundo jurídico. São elas: a Inteligência Artificial, o Big Data e a fusão entre digital e físico”, completa Artur.

Carlos José Pereira, diretor-presidente da Fácil, comenta que a atuação da empresa é forte no Brasil e nas subsidiárias de corporações brasileiras da América Latina, que utilizam o Espaider. O produto está preparado para diversos idiomas.

Luana Peres

Published 2 months ago