A meta é abrir 100 novas escolas em 4 anos

Num país como o Brasil, em que 49,9% das empresas encerram as atividades com até 2 anos de existência, 56,4% com até 3 anos e 59,9% com até 4 anos, segundo pesquisa realizada pelo Sebrae, quem chega aos 40 anos em atividade, tem uma história que merece respeito e motivos para comemorar, como é o caso da rede de escolas de informática Microcamp, que tem sede em Campinas e que completa 42 anos neste mês de abril com um plano de expansão para os próximos anos.

"A meta é abrir 100 novas escolas em 4 anos e saltar para 165 unidades", planeja Davi Tuffi, CEO da empresa. Até o final deste ano, a projeção é abrir 30 novas escolas franqueadas, aumentar em 10% o número de alunos – hoje em torno de 50 mil matriculados e 12% no faturamento. Para atingir estes objetivos, a empresa está apostando num novo modelo simplificado de franquia, o Microcamp Smart, escola com apenas dois laboratórios, meta de 30 matrículas/mês, e investimento de R$ 98 mil. "Este novo modelo vai permitir que a pequenos e médios investidores montarem seu próprio negócio", diz o CEO.

Desde que assumiu o comando na Microcamp, há um ano e dez meses, Davi Tuffi implantou mudanças, das mais básicas como novo layout das escolas, às mais significativas,como nova estratégia de vendas, melhora na equipe com foco na alta performance e a criação de cursos mais voltados às novas tecnologias. As novas estratégias impactaram nos resultados da empresa que em 2018 registrou aumento de 11% em matrículas, 3% na eficiência de coordenação, 2% na cobrança e 4% no faturamento.

"O aprendizado da informática não é mais o mesmo. Hoje é necessário ensinar de uma forma mais focada na necessidade das empresas e mercado de trabalho. Em função nessa nova realidade, fizemos algumas adequações em nossa grade de cursos, que hoje estão mais voltados às novas tendências em tecnologia", justifica Davi Tuffi. Como exemplos ele cita os cursosWalter – Inseto Robô com AI, Jogos 2 D, Desenvolvimento de Rede Social e Informática com Realidade Mixada.

Pioneirismo e inovação

A Microcamp retoma a expansão depois 8 anos de estagnação, período em que enfrentou todos os fatores determinantes da mortalidade de uma empresa como problemas financeiros, recessão econômica do país, tributação, sem contar as crises internas da rede como o divórcio dos sócios e a consequente divisão da empresa. Mas aproveitou as dificuldades, ajustou o negócio, lançou novos cursos para acompanhar as tendências do mercado, adotou novas estratégicas de marketing e vendas, fez parcerias com grandes empresas da área de tecnologia e permanece referência em seu segmento.

Para Davi Tuffi, o desafio da Microcamp para os próximos anos, é manter-se pioneira e inovadora e atuar como agente transformador na vida dos jovens. "Nosso objetivo é não apenas ensinar informática e tecnologia para nossos alunos, mas despertar neles atitudes empreendedoras e transformadoras".

Sobre a Microcamp

A Microcamp é a principal rede de escolas de informática e inglês no Brasil, com 65 unidades espalhadas por todo o país. Foi a escola pioneira na popularização do ensino de informática no Brasil e desde sua fundação, em 1977, já formou mais de 1,5 milhão de alunos.

Oferece os principais cursos na área, desde o básico Pacote Office, passando pelo Informatica com App´s e Realidade Mixada, Hardware e Robótica, Desenvolvimento de Games e Inglês com Inteligência Artificial e Holografia.