You've successfully subscribed to Polinize
Great! Next, complete checkout for full access to Polinize
Welcome back! You've successfully signed in
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.
Microcervejaria mineira tem instalações em ambiente de alta tecnologia

Microcervejaria mineira tem instalações em ambiente de alta tecnologia

Pós-Doc é a primeira a operar em incubadora de empresas, em Santa Rita do Sapucaí (MG), e compõe um ambiente inovador único no país

Um professor na área de biotecnologia não é algo raro de se encontrar em um polo de inovação como Santa Rita do Sapucaí, no sul de Minas Gerais. Agora, uma microcervejaria artesanal instalada em uma conceituada incubadora de empresas de alta tecnologia, já é algo inédito no Brasil - e provavelmente, mundo afora.

A cervejaria Pós-Doc foi criada em uma fazenda nas redondezas da cidade de 40 mil habitantes conhecida como Vale da Eletrônica. Pouco tempo depois, transferiu-se para o Prointec, um núcleo de inovação em Santa Rita onde funciona uma das incubadoras mais premiadas do país. O idealizador, o mestre-cervejeiro Francisco Eduardo Costa é professor no curso de Engenharia Biomédica do Instituto Nacional de Telecomunicações, o Inatel. Sua microcervejaria foi um desdobramento do seu Pós-Doutorado. Além dos estilos tradicionais, Francisco também cria cervejas com sabores exóticos. A refrescância do capim-limão, o mistério da fisális, o dulçor discreto do marmelo quando cozido. Tudo o que dá na sua horta entra na sua produção, registrada, aliás, no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

“No ambiente da incubadora, as empresas têm acesso a assessoria empresarial, contabilística, financeira e jurídica, se capacitando para, então, nascer de maneira mais adequada e gerar novas oportunidades para o mercado”, conta Luciana Guimarães, CEO da cervejaria e esposa de Francisco. “Além disso, nosso investimento em infraestrutura foi reduzido drasticamente e com alta possibilidade de sucesso na vistoria do Mapa”, explica.

A Pós-Doc foi a primeira a integrar o recém-criado Núcleo de Economia Criativa do Prointec. Lá, divide o espaço com outras dezenas de empresas de alta tecnologia que se utilizam de "inteligência artificial", "blockchain" e outras inovações bem recorrentes no chamado “Vale do Silício” brasileiro. Além da microcervejaria de Luciana e Francisco, o HackTown, festival de criatividade e inovação de fama mundial realizado em Santa Rita, compõe o novo núcleo, que está em expansão.

Santa Rita do Sapucaí, aliás, tem repercutido globalmente nas últimas semanas com a presença-destaque em dois respeitados rankings mundiais: o primeiro sobre as cinco melhores cidades para talentos criativos viverem no pós-pandemia, do respeitado American Reporter, e o segundo sobre as 10 cidades de pequeno porte mais ‘descoladas’ do mundo, conduzido pelo Creative Urban Institute. Além disso, foi destaque em um livro sobre Cidades Inovadoras recém-lançado pela Universidade Federal de Santa Catarina.

Luciana destaca que, além da Pós-Doc, a cidade de Santa Rita do Sapucaí e arredores tem uma forte cena cervejeira que compõe seu cenário criativo. “A primeira da cidade foi a Libertas, criada há mais de uma década. Ficava numa fazenda e veio pra cidade com um brewpub (Rua Francisco Moreira da Costa, 274 - Centro). A caçula é a AcsBeer, que funciona nos fundos da casa do mestre-cervejeiro, também professor, mas na área de desenvolvimento de softwares, Afonso Soares”. A AcsBeer, aliás, possui um espaço para receber o público, em um espaço que a população gosta de denominar como “secreto” (Rua Expedicionario Jose Patta, 79 - Monte Belo).

A Pós-Doc não possui um bar próprio, mas pode ser encontrada em comércios da cidade, como o Empório Andery (Rua Barão do Rio Branco, 78 - Centro), Casa do Pi (Praça Santa Rita, 212 - Centro), Pizzaria Dullê (Rua Maria Andrade Moreira, 180 - Família Andrade), Cultive Bem Estar (Rua Francisco Moreira da Costa, 224 - Centro), SIS Coworking (Rua Comendador Custódio Ribeiro, 137), Don Rafoni SmokeHouse (Av. João de Camargo, 120 - Vista Alegre) e na sua própria fábrica, no Prointec (Av. Francisco Andrade Ribeiro, 543 - sala 4 - Família Andrade).

Também são produzidas em Santa Rita as artesanais Trem de Minas e Arcolem. Nos seus arredores, ainda há algumas marcas artesanais como Omni e Black Dog, além da Jybá e Doktor Brau, ambas com “beergarten” próprio. "Temos uma ligação muito forte com Santa Rita", pontua Luciana. "Hoje buscamos comprar produtos de pequenos produtores locais, se possível orgânicos, e fomentar a cultura cervejeira em Santa Rita do Sapucaí e região. Além disso, nossos rótulos são todos personalizados por artistas daqui, com artes exclusivas para cada cerveja", completa.

Realizar eventos cervejeiros também faz parte do escopo da Pós-Doc. Obviamente parados em 2020, em função da pandemia, o maior deles é o Beer Day. “É um evento na praça principal de Santa Rita, com cervejarias regionais pequenas ou ciganas (aquelas que terceirizam suas produções em uma cervejaria já registrada), com gastronomia, música e atividades para crianças. Há também a parte de educação, com minicursos e palestras do tema”, conclui Luciana.

Top stories in your inbox!