O projeto do Avidus School, assinado pelo arquiteto Ivo Mareines, quer transformar o ambiente escolar em um espaço mais vivo e sustentável na Asa Norte

Criar um ambiente escolar vivo, dinâmico e aberto aos alunos, onde o aprendizado e a integração com o espaço sejam constantes. Estes são alguns dos pontos que norteiam a criação da Avidus School, que inicia seu primeiro ano letivo em Brasília em 2019 com um projeto que busca formar cidadãos preparados para as transformações de nosso tempo. O premiado arquiteto Ivo Mareines, em parceria com o sócio e co-autor, Matthieu Van. inspirado nesses conceitos, criou uma fachada moderna e sustentável.

A ideia da escola bilíngue é proporcionar um ambiente que deixe a mente trabalhar de maneira livre, incentivando o pensamento crítico e criativo, além de uma boa relação com a própria sociedade.

A estrutura será erguida na quadra 909 da Asa Norte e recebe crianças de 1 ano e 6 meses até 10 anos. O espaço terá 5.500m² e as matrículas serão abertas no início de setembro.

Inovação

A partir desses princípios, a arquitetura da escola estará integrada com a natureza, mostrando aos alunos que é possível encontrar uma convivência harmônica entre o meio-ambiente e as grandes cidades.

Ivo Mareines, responsável pelo projeto arquitetônico, lembra que a ideia principal é permitir uma nova qualidade de conforto ambiental, com fachadas vivas, que se transformam no espaço e no tempo assim como os alunos.

"Criamos uma segunda pele orgânica no edifício. Vivemos, trabalhamos e nos divertimos em espaços naturais ou construídos pelo homem. As crianças aprendem principalmente por exemplos vindos do convívio com outros seres e esses dois tipos de espaço", destaca o arquiteto.

A ideia é transformar a escola em um local de encontros e desenvolvimento em espaços livres e instigantes.

Tendência verde e atual

avidus-02

Mareines conta que, atualmente, exemplos de arquitetura verde e orgânica chegam de diferentes partes do mundo. Trazem pluralidade de materiais e estilos arquitetônicos.

"A preocupação com a sustentabilidade do planeta permeia todos os terrenos do pensamento humano. Com a arquitetura não poderia ser diferente", afirma.

O arquiteto ressalta que a aplicação das noções de ecologia e sustentabilidade em projetos urbanos já é presente em lugares como Europa, Nova Zelândia, Canadá, Singapura e Japão.

A integração com a natureza estará presente também no cotidiano interno da escola. Os alunos poderão acompanhar, por exemplo, o funcionamento de uma estação de reaproveitamento de água. Assim, crianças e adolescentes podem aprender na prática, e a partir de suas próprias vivências, a respeitar e conviver de maneira harmônica com o ambiente em que vivem.

Ivo Mareines afirma se sentir encantado por colaborar com projetos educacionais. A arquitetura, para ele, é uma forma de arte que transmite beleza, baseada na cultura e na técnica. Esses conceitos foram implementados na criação da Avidus, que promete encantar pais, alunos e demais moradores da capital.

O início está programado para o mês de agosto, e as matrículas serão abertas no dia 17 de setembro.