Depois de dedicar os últimos dois anos à reconstrução interna da marca, a Ashley Madison, líder mundial em relacionamento extraconjugal, está mudando seu foco para seu maior mercado internacional - o Brasil.

Curiosamente, com um total de mais de 8,9 milhões de membros¹, o Brasil atrai o maior número adúlteros fora da América do Norte. Há mais de 138.000 membros inscritos no Ashley Madison no Brasil mensalmente, conforme apontado por uma empresa de auditoria global².

“Temos uma participação altamente engajada no Brasil e continuamos a experimentar um tremendo crescimento de assinaturas neste mercado. Nossa base brasileira, especialmente as mulheres, estão buscando mais prazer e satisfação em seu lado romântico e, quando não estão conseguindo isso em seu casamento, elas se sentem empoderadas o suficiente para buscá-lo em outro lugar”, diz Ruben Buell, presidente da Ashley Madison.

O Brasil tem quase o dobro do número de mulheres em relação a homens no site, com uma proporção global de 1,91 mulheres ativas para cada 1 homem ativo pagante¹. Não é surpreendente que o Brasil também tenha a cidade com o maior número de usuários do mundo, São Paulo, que possui mais de 1,6 milhão de membros. No ranking de cidades globais, três cidades brasileiras estão entre as Top 10³.

Top 10 cidades com mais usuários no Ashley Madison

1.      São Paulo – Brasil

2.      Nova York - EUA

3.      Rio de Janeiro – Brasil

4.      Los Angeles – EUA

5.      Hong Kong – China

6.      Panchiao – Taiwan

7.      Cartagena – Espanha

8.      Brasília – Brasil

9.      Santiago – Chile

10.  Buenos Aires – Argentina

Além disso, ao observar apenas o país, os 10 principais estados em termos de inscrições per capita estão identificados abaixo, com São Paulo também em primeiro lugar¹.

1.      São Paulo

2.      Rio de Janeiro

3.      Distrito Federal

4.      Santa Catarina

5.      Paraná

6.      Rio Grande do Sul

7.      Mato Grosso do Sul

8.      Espírito Santo

9.      Mato Grosso

10.  Goiás

Ashley Madison também revela mais detalhes sobre os brasileiros que estão procurando por um parceiro extraconjugal na plataforma. A idade média dos membros da Ashley Madison no Brasil é de 33 anos para homens e 32 para mulheres¹.

“Nossos usuários são pessoas que viveram suas vidas e perceberam que talvez ela não seja o conto de fadas que esperavam”, continuou Buell. "Eles estão vindo até nós para encontrar uma solução e se conectar com alguém com uma mentalidade similar, para que possam voltar para casa mais felizes e realizados."