*Ricardo Taveira

Com a regulamentação do Open Banking na Europa, esse assunto vem ganhando força também aqui no Brasil. Lá a lei foi aprovada no ano passado pela União Europeia e obriga as instituições financeiras locais a abrirem suas APIs para terceiros, desde que tenha a autorização do cliente.

Mas você sabe de fato como o Open Banking pode impactar o dia-a-dia dos clientes de serviços financeiros? Confira cinco situações que o Open Banking tornará possível ainda este ano no Brasil.

1 – Internet Banking único – Sim, vai ser possível acessar diversas contas, mesmo de instituições bancárias diferentes, em um único internet banking. Não será mais necessário usar vários aplicativos ou tokens. Isso significa mais comodidade para o consumidor e deve aumentar o investimento por parte dos bancos em uma melhor experiência para seus usuários.

2 – Pagamentos instantâneos – No checkout do seu site favorito de e-commerce, basta informar o número da sua conta bancária. Segundos depois, uma notificação no seu celular pede a confirmação da compra, que é transmitida imediatamente para o site de e-commerce. Tudo isso sem formulários, cartões, senhas ou pop-ups de Internet Banking — e com total segurança para o usuário. Se parece um sonho distante, isso já realidade na Europa a partir da lei do PSD2—e um serviço obrigatório para todos os bancos!

3 – Portabilidade de conta corrente – Pudera que mudar de banco fosse tão simples como mudar de operadora de celular. Com o Open Banking, será possível migrar de banco tão fácil como trocar de chip de celular. E por que não, levar junto para o seu novo banco todos os extratos, boletos e lista de favorecidos do seu velho banco. O Banco Central já enxergava essa possibilidade em 2006, mas só hoje com o Open Banking é que temos as ferramentas para concretizar essa visão.

4 – Monte o seu próprio banco – Se hoje escolhemos os aplicativos que estão na homepage do no nosso celular, por que não podemos também montar a nossa própria “homepage” financeira com o melhor de cada banco? Com o Open Banking isso será possível—tudo acessado a partir de uma única tela. Ter conta em um banco e contratar crédito de outro será tão fácil como instalar um novo aplicativo.

5 – Cartões multiconta – Já pensou ter um único cartão para movimentar diversas contas? Com o uso de um aplicativo, você decide de qual conta o cartão deve debitar naquele momento. Ah, e você ainda continua escolhendo se prefere débito ou crédito!

*Ricardo Taveira é CEO da Quanto, fintech pioneira no setor de open banking no Brasil