Transformação precisa de cuidado em diferentes aspectos, tanto pedagógico, quanto cultural, quanto à infraestrutura

A Colaborativa, empresa de serviços e parceira do Google for Education desde 2016, é reconhecida por sua visão 360º do processo de transformação digital na educação. Além de promover as ferramentas adequadas para cada situação, é uma consultoria confiável de processos que integra a gestão dos ativos tecnológicos e a gestão das mudanças que afetam as pessoas envolvidas neste contexto.

A Colaborativa já coleciona casos de sucesso em instituições renomadas como a Faculdade de Medicina da USP, Colégio da Polícia Militar de São Paulo, Grupo Tiradentes de Aracaju entre outros, somando mais de 50 projetos. “Nossa metodologia de transformação envolve pessoas, tecnologia e processos, cada indivíduo: gestor, educador ou aluno recebe o mesmo cuidado para entender a tecnologia e extrair o máximo de aproveitamento e recursos. Estendemos a mão ao longo da jornada para que cada passo seja de autoconhecimento”, afirma Beni Kuhn - Fundador da Colaborativa.

A empresa aponta que muitas instituições desconhecem os benefícios e recursos do Google na Transformação Educacional: começando pela redução nos custos de infraestrutura de TI, até todos os aspectos relacionados aos ganhos no campo pedagógico. Uma pesquisa do Google realizada pela IDC nos Estados Unidos em 2017, lista os benefícios relacionados a redução de custos na adoção das tecnologias baseadas nas soluções Google. Entre os números da pesquisa vale destacar: custo de aquisição de equipamentos 49% menor comparado ao custo de aquisição de outros devices usados na educação e implantação 93% mais rápida, além de dados positivos em relação ao Custo Total de Propriedade e Retorno sobre os Investimentos (ROI). Ainda não há pesquisa semelhante no Brasil, mas por experiência a colaborativa observa reduções de custos entre seus clientes nos principais itens que oneram as despesas de escolas e universidades com licenças, software e hardware. “Entramos em escolas com diferentes tecnologias e com a implantação da plataforma Google, os ganhos são visíveis já nos dois primeiros meses e com isso o foco da instituição volta-se para o negócio, atenção aos alunos e projetos educacionais”, explica Beni.

Beni ressalta ainda que quando sua equipe entra em uma instituição para iniciar um projeto são desafiados a resgatar cinco pontos importantes pelos gestores:

  1.  Captação de novos alunos
    
  2.  Retenção e fidelização de alunos
    
  3.  Redução de Custos
    
  4.  Inovação – Novos Projetos
    
  5.  Encantamento dos alunos
    

O executivo afirma que cada etapa é uma conquista e um desafio é vencido. “A integração de tecnologia, com pessoas e processos de forma natural e educativa abre a janela para a inovação, retém os alunos, pois mais motivados, espontaneamente permanecem mais tempo na escola”, explica Beni. “Não é a quantidade de tecnologia adotada pela escola que caracteriza a inovação, e sim, como ela faz uso no seu contexto pedagógico criando novas experiências eficazes de aprendizagem para seus alunos, explica Yago Ondersem, executivo responsável pelos projetos de implantação na Colaborativa. “