Sobre Newsletter Torne-se um polinizador Mural de vagas Eventos Politalks Polissocial
Sign-in
/ Serviços

Procura por visto EB-Five no Brasil quadruplicou no último ano

Com a proposta de fixar residência e conquistar a nacionalidade norte-americana, muitos brasileiros vêm investindo na emissão do EB-Five. Criado na década de 1990 pelo Congresso dos Estados Unidos e administrado pelo Serviço de Cidadania e Imigração do país (USCIS), esta modalidade de visto tem o intuito de alavancar a economia local. O Brasil é, atualmente, o terceiro país que mais investe em EB-5 no mundo.

Só na EMDOC, consultoria jurídica de mobilidade global, com atuação em 26 países, nos últimos três anos, o número de buscas pelo EB-Five quadriplicou.

“Os brasileiros enxergam neste visto uma oportunidade única para a realização do sonho americano. Com um investimento mínimo de US$ 500 mil, além de custos de taxas jurídicas que podem chegar a US$ 100 mil, o documento é a chance daqueles que querem entrar nos Estados Unidos legalmente, com a possibilidade de conquistar, efetivamente, a estabilidade econômica e, sobretudo, o reconhecimento no país, por meio do status de empreendedor”, comenta o presidente da EMDOC, João Marques da Fonseca.

De acordo com Marques, o processo para a conquista do EB-Five é bastante rígido e o prazo de retorno do investimento é de aproximadamente cinco anos, porém, o retorno do capital acometido será feito com a devida valorização, conforme cada projeto. “Para solicitar o visto, a pessoa tem que estar realmente decidida a migrar de país e não apenas ter retorno financeiro. O visto não é um investimento como os tradicionais oferecidos pelo mercado. Na verdade, ele representa a escolha de uma nova vida. Além disso, é preciso ter recursos devidamente declarados, uma vida tributária transparente, não pode ter antecedentes criminais e, ainda, cumprir uma série de outras exigências legais”, contemporiza o executivo.

Como funciona?
Para adquirir o EB-Five, o interessado precisa investir em um empreendimento comercial privado nos Estados Unidos, no valor mínimo de US$ 500 mil. Há quantidade limitada de vistos a serem emitidos (10 mil vistos anuais) e, por este motivo, o aspirante pode ter que encarar uma fila de espera razoável. “Na China, por exemplo, há um aguardo de aproximadamente 15 anos para quem deseja apostar no EB-5. Porém, após conquistar a autorização definitiva, o solicitante terá direito à cidadania norte-americana e direito a trabalhar no país. Além disso, cônjuge e filhos solteiros de até 21 anos, também poderão usufruir do benefício. Para aqueles que querem apostar no visto, as consultorias de mobilidade global estão preparadas para dar o suporte nos trâmites legais do processo”, finaliza Marques.

Procura por visto EB-Five no Brasil quadruplicou no último ano
Share article