Qual a ligação de uma bike elétrica com a área de Recursos Humanos?

2 months ago

Por Gabriel Arcon

Ok ok, eu sei que à princípio esses dois mundos parecem não ter ligação alguma, mas vamos explicar melhor. Pense na cidade de São Paulo, linda e caótica como todos os dias. Nesse cotidiano, a maioria da população demora, em média, uma hora para sair de suas casas e chegar ao local de trabalho e, claro, mais uma hora (ou mais) para voltar ao lar (isso em um dia ‘bom’ e sem trânsito ou chuva). Portanto, você, como gestor de pessoas, precisa levar isso em consideração na hora de avaliar a motivação e produtividade de seus colaboradores.

Quem é que nunca chegou ao local de trabalho e ouviu algum colega comentar que “é mais cansativo ir e vir, do que o trabalho em si”, e essa é uma triste realidade de muitos brasileiros. Além disso, há péssimas condições do transporte público, que pesam no bolso e muitas vezes obrigam os passageiros a irem espremidos.

Por isso, volto aqui ao título: Qual a ligação de uma bike elétrica com à área de Recursos Humanos? Simples! Se você quer ser um gestor moderno e antenado às novas tendências de mercado, além de conseguir engajar e melhorar a produtividade de seus colaboradores, abra as políticas de ida/vinda de sua empresa e crie campanhas que incentivem o uso de novos modais para seus funcionários. Será que todos eles sabem, por exemplo, que podem fazer uso de bikes comuns e elétricas para chegar ao trabalho? Será que sua empresa tem uma área onde eles possam deixar suas bicicletas em segurança?

Sei que em um primeiro momento, podem parecer mudanças bobas ou sem importância, mas no fundo são procedimentos que ao longo do tempo refletirão em felicidade, saúde e bem-estar de seus funcionários. E, no final das contas, isso significa aumento de produtividade, foco e redução de turn over. Ou seja, o mundo ideal do RH!!

Se ainda não te convenci a apostar novo, vou te dar aqui mais 3 motivos simples:

-  os colaboradores ficam mais satisfeitos e menos estressados;
- a empresa ganha produtividade;
-  e o meio ambiente agradece com menos carros nas ruas.

Ou seja, querido gestor de recursos humanos, pense e repense suas atividades e políticas de incentivo aos funcionários e largue mão do antigo e arcaico. Tenho certeza que não se arrependerá.

Gabriel Arcon é CEO da E-moving, startup de mobilidade urbana que atua por meio do aluguel de bikes elétricas

Renniê Paro

Published 2 months ago